Home Água na Boca 10 pratos típicos da Culinária Russa
10 pratos típicos da Culinária Russa
Água na Boca
06 jun 2018 | Por Jornalismo Júnior

Na foto, a tradicional e muito popular sopa Borscht (Imagem: Reprodução)

Esse texto faz parte do Especial da Rússia da Jornalismo Júnior. Para mais textos, clique aqui

A cultura Russa diverge em muitos aspectos da brasileira, e um deles é a sua culinária. Compostos de muita batata, beterraba, legumes em conserva e carnes variadas, os pratos russos podem ser bem diferentes daquilo que nós brasileiros estamos acostumados. Uma característica forte da culinária Russa é a grande variedade de sopas e a quantidade de ingredientes que compõem as suas receitas. Para entrar no clima da copa e te deixar sabendo mais sobre o país sede, o Sala33 listou 10 pratos típicos da culinária Russa. Se prepare, alguns podem ser bem curiosos.

 

1 – Kishka
Kishka é um tipo de linguiça russa. Com origem judaica, o prato é feito com tripas de frango (nesse caso, também utiliza-se a pele do animal como recheio) ou de boi recheadas com a carne e gordura do mesmo, cebola frita, farinha de trigo e temperos variados. O alimento é muito consumido no café da manhã, sendo considerado uma opção reforçada da refeição pelos nativos.

O Kishka se assemelha um pouco ao chouriço e é consumido, geralmente, aos sábados. (Foto: http://www.zaluu.com/read/211dea60a)

 

2 – Chebureki
Típico da Turquia, mas muito comum na região da Crimeia. O Chebureki é parecido com um pastel e sua massa é feita a partir da fervura de água, leite e óleo. Após esse processo, mistura-se à isso farinha e ovos. O recheio é preparado com uma base de carne de cordeiro moída temperada com cebola, coentro, pimenta, entre outros temperos abundantes na culinária Russa como o endro (erva aromática parente da salsicha).

Diferente do nosso pastel, o chebureki apresenta pouca variedade nos recheios. (Foto: http://myrusia.com/el-cheburek/)

 

3 – Okroshka

Sopa feita a partir de diversos vegetais, entre eles: pepino, batata, cebola e endro misturados com kefir (bebida feita de leite) e com pedaços de carne suína, bovina ou de peixe. A peculiaridade do prato é que apesar de ser uma sopa, ela é sempre consumida fria, mesmo no rigoroso inverno Russo.

Okroshka também pode ser feito a partir do Kvas, que é uma bebida fermentada levemente alcoólica. (Foto: https://www.mydeliciousmeals.com/recipe/russian-okroshka)

 

4 – Blini

Blini é um tipo de panqueca russa e sua massa é feita com lêveda e farinha, que pode ser de trigo branco, trigo mourisco, aveia, cevada ou centeio e é misturada com leite ovos e nata. Possui também os mais variados recheios, os que mais se destacam são: caviar com creme azedo, salmão e compostas (conservas de frutas ou vegetais cozidos com açúcar).

O creme azedo é indispensável no Blini, independende de qual seja o recheio (Foto: https://www.splendidtable.org/recipes/true-russian-blini)

 

5 – Kholodets

Talvez o prato mais estranho dessa lista. Kholodets é uma gelatina feita a partir de partes menos convencionais do porco, como: joelho, rabo, pés e orelha. O preparo é feito a partir da fervura dessas carnes com pimenta, sal, cebola e cenoura. Após a fervura, a mistura é colocada na geladeira, onde toma forma, e está pronta para servir depois de 5 horas. A consistência é típica de uma gelatina e o prato é considerados por muitos como uma das coisas mais exóticas da culinária da Rússia.

Apesar de estranho para nós brasileiros, esse prato é super comum na Rússia e é considerado um dos melhores acompanhamentos para vodka (Foto: http://russia-travel-guide.com/cuisine/kholodets.php)

 

6 – Arenque sob casaco de pelos

O nome não é agradável aos ouvidos e faz a imaginação criar imagens peculiares do prato típico. A iguaria, entretanto, não é tão assustadora como a sua nomenclatura sugere. O arenque é um peixe típico da culinária russa e é a base da receita. O prato conta com camadas do peixe alternadas com maionese, batata, cebola e cenoura, finalizado com uma generosa camada de beterraba, que representa o casaco de pelos a que o nome se refere. O prato é geralmente servido no ano novo, e segundo a lenda foi criado como um símbolo da paz entre os proletários (arenque) e os camponeses (vegetais) sob o regime soviético (representado pelo vermelho da beterraba).

 

7 – Solyanka

Em função do seu clima rigoroso, a culinária russa é conhecida por apresentar uma grande variedade de sopas. A Solyanka é uma receita tradicional com base de picles e carnes. A receita é preparada à partir de um caldo feito de carne bovina e ossos misturado à cebola, massa de tomate e picles. Após fervura e apuração, adiciona-se os demais tipos de carne como a suína, salsichas, rins, fígado, galinha entre outras variedades que dão sabor ao prato, quanto mais melhor. Acrescenta-se ainda repolho e alcaparras, e serve-se com azeitonas, nata azeda e cascas de limão. O prato é conhecido por seu sabor salgado e ácido e é muito apreciado pelos nativos.

 

8 – Ikra (Caviar)

Artigo de luxo no Brasil, o caviar é um alimento comum na Rússia. A iguaria é apreciada de várias maneiras, estando muito presente nos cafés da manhã acompanhando torradas, panquecas, canapés e etc. O alimento compõem ainda pratos típicos como o Blini, citado anteriormente. Ao contrário do que acontece por aqui, as ovas de peixe, famosas entre a elite gastronômica brasileira, são acessíveis e por isso integram o cardápio de boa parte da população, independente da classe social.

 

9 – Shashlyk

Ao primeiro olhar, o Shashlyk se parece muito com um espetinho de churrasco encontrado nos carrinhos de rua do Brasil, entretanto, algumas peculiaridades fazem toda a diferença. Ao contrário do que estamos habituados, o prato é preparado geralmente com carne de cordeiro alternada com vegetais como pepino, cenoura e tomate. Assim como o nosso churrasco, a preparação costuma ser ao ar livre e em reuniões familiares e de amigos. A iguaria é servida com um molho ácido de romã e um pão típico de massa fina.

 

10 – Borscht

Mais uma sopa na lista. Este prato é um dos mais populares e conhecidos da Rússia. Com uma cor avermelhada forte, a receita é feita com uma base de beterraba e tomate que dá essa tonalidade atrativa ao prato. Além disso, entram no caldo ingredientes como repolho, carnes, cebola, cenoura, limão ou vinagre e endro. A sopa, ao contrário da Okrishka citada anteriormente, é sempre servida quente.

 

Bônus: Stroganov

O pai do Strogonoff, o prato se popularizou pelo mundo todo e variou tanto em seu preparo que é difícil falar em uma receita original. Na Rússia, a receita original é preparada com carne bovina, mostarda e creme azedo. A utilização de ketchup e creme de leite foi popularizada pelos americanos. Ao contrário do que acontece no Brasil, onde a batata palha é a primeira coisa que vem à mente ao se pensar no prato, o acompanhamento original é o purê de batata, às vezes substituído por batatas frias.

Por Amanda Capuano João Vitor Ferreira
amandacapuano@hotmail.com | jvitorsilva7@gmail.com

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*