Home Lançamentos 43ª Mostra Internacional de SP: Mente Perversa
43ª Mostra Internacional de SP: Mente Perversa
CINÉFILOS
16 out 2019 | Por Mayara Prado (mayaraprado@usp.br)

Este filme faz parte da 43ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Para mais resenhas do festival, clique na tag no final do texto.

Dirigido e roteirizado por Savas Ceviz, que estará presente na 43° Mostra, o filme Mente Perversa (Kopfplatzen,2019), conta a história de Markus. Homem com uma rotina comum, bonito e com uma carreira respeitada. Porém, apesar das agradáveis impressões iniciais, o personagem revela ser pedófilo.

A obra de Ceviz aborda a pedofilia de uma maneira que se diferencia de outros filmes sobre o assunto. Markus não acha que a criança está o seduzindo como em Lolita e também não é um abusador como aquele exibido em Confiar. Ele é ciente de que seus sentimentos e instintos estão errados.

A abordagem diferenciada torna agoniante a experiência de ver o longa. O conflito interno do personagem, somado a negligência da sociedade quanto ao distúrbio, a ingenuidade da criança e ao fato de ninguém supor que convive com um pedófilo, potencializa o terror quanto às possíveis ações de Markus. 

Mesmo sendo um filme em alemão, por ter poucas falas, a dependência da legenda não torna a experiência cansativa. A densidade está nas expressões dos personagens, nos ângulos que a câmera aborda. A narrativa é parada, porém o tema forte já é suficiente para intrigar o espectador e deixá-lo agoniado.

A cada minuto da narrativa o espectador se pergunta se o protagonista irá abusar de alguma criança. A agonia de Markus é transmitida ao público. São 99 minutos de constante perturbação. 

O pedófilo já é um pedófilo antes de cometer o crime. Markus sabe que está errado, mas não sabe se curar (supondo que exista cura). A criança é apenas uma criança e não merece ter sua vida destruída. O objetivo do filme não é fazer com que sinta-se simpatia pelo pedófilo, mas sim entender que o quadro é muito mais complexo do que somente ter uma lei para punir o crime.

A discussão que o longa abre é delicada e de extrema importância. Pedofilia é uma predisposição mental? Um produto social? A sociedade lida com o tema de maneira adequada? Esses são questionamentos que o filme não irá responder de forma completa, mas incita o espectador a refletir e a procurar por essas respostas. 

Mente Perversa ainda não tem previsão de estreia no Brasil, mas estará presente na 43° Mostra de Cinema. 

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*