Home Mundo Geek A explosão dos jogos sociais | “…convidou você para jogar…”
A explosão dos jogos sociais | “…convidou você para jogar…”
Mundo Geek
19 jul 2013 | Por Jornalismo Júnior

Essa é uma notificação frequente nos perfis espalhados pelas redes sociais. Candy Crush, Farmville, Criminal Case, e Dragon city são apenas alguns dos exemplos de jogos que conquistam cada vez mais espaço entre os usuários do Facebook.

A simplicidade, a facilidade de acesso e o contexto de compartilhamento em que estão inseridos são características que adequam esses aplicativos a um perfil de jogador mais casual e dinâmico que aproveita o cenário de convergência de mídias como fonte de diversão.

candy crush

Top 25 dos jogos mais acessados pelos usuários mensais do Facebook. Foto: Appdata

Candy Crush

No jogo mais popular da atualidade, o usuário dispõe de movimentos verticais e horizontais para fazer combinações, em grupos de três, dos diferentes tipos de doces e assim avançar para as fases seguintes.

Na opinião de Gabriela Romão, estudante de Jornalismo, trata-se de um jogo que estimula o raciocínio e que “apesar de contar com um pouco de sorte, nos faz pensar em estratégias para atingir o objetivo, que é ir passando de fase”. Mas, ela ainda afirma não se considerar viciada nesse tipo de aplicativo, “se houver outra coisa para fazer, algo que eu considere mais importante ou interessante, eu prefiro não jogar”.

Movimentos rápidos, estratégia e sorte para pontuar e passar de fase no Candy Crush. Divulgação

Movimentos rápidos, estratégia e sorte para pontuar e passar de fase no Candy Crush. Foto: Divulgação

Criminal Case

Para os fãs de programas de investigação policial, o Criminal Case oferece ao internauta a possibilidade de investigar assassinatos, vasculhar cenas de crimes e seguir as pistam que levam ao criminoso. Esse processo envolve a realização de autópsias e a resolução de pequenos desafios que conduzem a detalhes importantes na solução dos mistérios. O jogo ainda conta uma série de gráficos elaborados e uma variedade de efeitos sonoros.

Corpo em processo de autópsia. Foto: Divulgação

Corpo em processo de autópsia. Foto: Divulgação

Farmville

Em Farmville, o jogador se vê imerso em um ambiente rural e se torna responsável pela criação e manutenção da sua própria fazenda. Nesse ambiente, ele dedica-se ao cuidado das plantas e dos animais. A versão mais recente do aplicativo (Farmville 2) inclui um design mais bonito e recursos mais complexos como o inventário, lugar para onde a colheita é enviada, onde o usuário opta pela utilização de sua produção para gerar outros bens ou pela sua troca por moedas.

     Crie sua própria fazenda em Farmville 2. Foto: Divulgação

Crie sua própria fazenda em Farmville 2. Foto: Divulgação

Dragon City

Em Dragon city, o objetivo é a criação de dragões. Nesse universo, o jogador cria os habitats, compra ovos, alimenta o seu animal e realiza cruzamentos na tentativa de obter dragões mais poderosos.

aplicativo-dragon-city-para-facebook-android-e-ios

Em Dragon City, o jogador torna-se um mestre de dragões. Foto: Divulgação

 

No entanto, há aqueles que não aderiram a esse fenômeno dos jogos sociais, pelo contrário, alguns usuários do Facebook manifestam desagrado em relação aos convites frequentemente recebidos para jogar. “Não jogo e odeio receber esse tipo de coisa”, declara Jennifer Fernandes, estudante de Relações internacionais.

Apesar de o segmento não ser uma unanimidade entre os internautas, as empresas líderes no desenvolvimento desse tipo de plataforma investem também nos aplicativos para o Iphone e o Ipad com o objetivo de ampliar o número de acessos. A Zynga, por exemplo, vivencia uma redução de seus lucros em função da projeção de outras companhias e agora se lança em um projeto de reformulação. Apesar de mais de 80 % de seu faturamento estar atrelado ao Facebook, a empresa decidiu modificar aspectos de sua parceria com a rede social para conquistar uma maior autonomia e dedicar-se também ao mercado dos aparelhos portáteis.

Por Yasmin Rivelli
yasminrivelli@gmail.com

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*