Home Lançamentos A Vida às Avessas
A Vida às Avessas
CINÉFILOS
16 jan 2009 | Por Jornalismo Júnior

Ricky Hiraoka

O ano de 2008, definitivamente, foi excelente para Brad Pitt. Além de ser pai de gêmeos, o bonitão teve ótimos desempenhos tanto em Queime Depois de Ler como em O Curioso Caso de Benjamin Button.

Trailler de O Curioso Caso de Benjamin Button

Neste último, Pitt interpreta Benjamin um ser humano que possui uma característica peculiar: embora tenha nascido com o tamanho de um bebê, ele apresenta sinais típicos da velhice, como pele enrugada, surdez e dificuldade para enxergar. Assustado com o problema do filho, Thomas Button (Jason Flemyng) abandona o filho na porta de um asilo e a criança passa a ser criada pela simpática Queenie (a excelente Taraji P. Henson). Por causa dos problemas de Benjamin, Queenie acredita que a criança terá poucos anos de vida, mas, à medida que cresce, o garoto vai apresentando sinais de rejuvenescimento para o espanto de todos.

curious-case-benjamin-buttonjpg

Benjamin terá que enfrentar problemas típicos de quem está crescendo, se conhecendo e procurando seu lugar no mundo, como o primeiro emprego num barco e a paixão por Daisy (interpretada por Elle Fanning e, posteriormente, por Cate Blanchett). Com muito bom humor, o diretor consegue retratar os percalços pelos quais Benjamin passa. Pitt, em ótima atuação, dá conta do recado, passeando pelas diversas nuances que o personagem exige. Seu desempenho, porém, não deverá ser recompensado por nenhum prêmio, já que o furacão Sean Penn deve arrematar todos os troféus por sua atuação em Milk – A Voz da Igualdade. Assim como Pitt, Cate Blanchett brinda, mais uma vez, o espectador com mais uma bela performance. A impecável maquiagem e os efeitos visuais contribuem bastante para a verossimilhança no trabalho dos dois protagonistas.

picture-13

Apoiado em ótimas performances e um roteiro bem amarrado, Fincher constrói uma fábula sobre o peso que a diferença pode ter nas relações humanas. Enquanto rejuvenesce e fica mais saudável, Benjamin testemunha o envelhecimento e a morte daqueles que ama, sendo obrigado, inclusive, a se afastar de Daisy. O que poderia ser considerado uma dádiva por muitos, mostra-se, aos poucos, uma maldição. A juventude externa não vale de nada quando se envelhece por dentro e se torna extremamente cruel quando provoca a solidão.

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*