Home Lançamentos Amor em Jogo: divertido, mas nem tanto
Amor em Jogo: divertido, mas nem tanto
CINÉFILOS
31 out 2019 | Por Letícia Flávia (leticiaflavia@usp.br)

Uma palavra pode resumir a experiência do filme: excêntrico. Afinal, para início de conversa, é uma comédia romântica que se passa em Jerusalém e já se destaca pelo idioma falado pelos personagens, o hebraico. Além disso, apesar de Amor em Jogo (Kicking Out Shoshana, 2019) estrear no dia 31 de outubro de 2019, ele foi gravado em 2014.

O filme chama a atenção pela presença da atriz Gal Gadot, que interpreta a Mulher Maravilha no universo estendido da DC. Já os outros atores, como Oshri Cohen, Eli Finish, Mariano Idelman e Yossi Marshek não são tão conhecidos.  

Gal Gadot como Mirit [Imagem: Divulgação]

O estopim da história acontece quando o célebre jogador de futebol israelense Ami Shoshan (Oshri Cohen), o “Neymar” da sua seleção, flerta com Mirit (Gal Gadot), namorada de Kushi Bokobza (Eli Finish), chefe de uma máfia. Como punição, o “Dr. Bukobza” obriga Ami a fingir que é gay em uma sociedade bastante preconceituosa.  A partir desse ponto, há o desenrolar da trama que permanece leve e divertida praticamente durante todo o filme. 

Oshri Cohen como Ami Shoshan [Imagem: Divulgação]

O enfoque do enredo é concentrado no protagonista Shoshan. Algo que incomoda é a falta de realismo da relação romântica desenvolvida entre ele e Mirit. O romance entre os dois é algo forçado e raso. A personagem de Mirit poderia ser muito mais explorada em relação a sua história. Afinal, ela chama a atenção do espectador e possui uma personalidade interessante, porém superficial demais. 

Os vilões do filme, como próprios de uma comédia, são bastante excêntricos e antipáticos, com comportamentos muitas vezes desnecessários. Apesar disso, ao longo da trama, surgem vários personagens carismáticos que conquistam o espectador. 

Eli Finish como o vilão Dr. Bukobza [Imagem: Divulgação]

Em 2019, Amor em Jogo possui um enredo pouco inovador. Talvez em 2014, data de sua gravação, ele poderia surpreender mais. Algumas temáticas presentes, contudo, permanecem interessantes até hoje, como o preconceito sofrido pela comunidade LGBT e o machismo e suas imposições ao corpo da mulher. 

Portanto, Amor em jogo é um filme divertido, mas deixa a desejar no enredo da história e na química dos integrantes do romance. Porém, vale a pena ver sem expectativas e compromissos. O filme estreia dia 31 de outubro no Brasil, confira o trailer: 

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*