Home Cidadania Sport Club As Redes Sociais e o Futebol
As Redes Sociais e o Futebol
ARQUIBANCADA
03 set 2016 | Por Jornalismo Júnior

Por Rafael Castino

redessociais4

(Arte: Fredy Alexandrakis/ Comunicação Visual – Jornalismo Júnior)

Nestes últimos anos, a bola da vez no campo da internet foram as redes sociais. O futebol, esporte mais popular de nosso país, não ficou para atrás. Além das grandes mídias e dos clubes que adentraram nas redes como expansão de seu conteúdo, muita gente surgiu com perfis relacionados ao mundo da bola,  transformando-se, hoje em dia, em grandes formadores de opinião no meio futebolístico. Apita o árbitro, faça seu login e calce suas chuteiras!

Lance a lance em tweets

O twitter, uma espécie de microblog que permite seus usuários se comunicarem em postagens de até 140 caracteres, popularmente conhecido como tweets, virou palco de uma saudável competição dos times brasileiros de maiores torcidas.

Flamengo e Corinthians disputam seguidor a seguidor o título de clube com mais followers na rede social. Atualmente, o clube paulista lidera a competição com cerca de 4,5 milhões de usuários acompanhando sua página, contra 3,75 milhões de flamenguistas.

Além da rivalidade fomentada online, os responsáveis pelas mídias sociais dos clubes acharam no Twitter a ferramenta perfeita para disponibilizar aos torcedores o Tempo Real das partidas. Criado nos sites esportivos, o popular TR alcança um enorme número de seguidores que, pelo computador ou smartphone, conseguem acompanhar os melhores momentos da partida podendo comentar, replicar em sua página e curtir aquele gol, tudo isso pela rede social.

Publicação do Twitter oficial corinthiano durante o jogo contra o Cruzeiro, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016 (Foto: @Corinthians)

Publicação do Twitter oficial corinthiano durante o jogo contra o Cruzeiro, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016 (Foto: @Corinthians)

O álbum digital da “boleirada”

Felipe Cruz (Felps) e Filipe Costa (Phill) são os responsáveis pelo @quejogada, o maior perfil de mídia futebolística do Instagram, com mais de 950 mil seguidores. Dentre as seis publicações diárias, a página traz os maiores golaços, lances bizarros e dribles que passaram despercebidos durante a rodada no futebol mundial. O diferencial? Ter todos esses momentos na palma da sua mão, para curtir e marcar seu colega de pelada, convidando-o a ver aquele pequeno vídeo ou imagem.

“Começamos com um perfil voltado para a torcida chamado @instarquibancada. Com o passar do tempo, o Instagram foi se atualizando e percebemos uma forte demanda em vídeos. Resolvemos criar o @quejogada!, que hoje é a nossa maior conta!” — diz Felps, quando questionado sobre como surgiu o projeto. “O perfil influencia muito nossas vidas. Hoje, somos os maiores do Brasil nesse ramo, o que nos coloca em evidência para o mercado. O plano é crescer ainda mais… Trabalhamos com publipost (postagens publicitárias) e concursos, em outras redes nós temos formas de comercialização da marca também.”

@quejogada, o Instagram que virou uma marca (Foto: @quejogada)

@quejogada, o Instagram que virou uma marca (Foto: @quejogada)

As grandes Cenas do Facebook

Os amantes do futebol, principalmente aqueles que possuem lembranças dos saudosos anos 90, acham tudo que procuram no quesito humor no Cenas Lamentáveis, um dos mais populares perfis do Facebook neste aspecto.

A popular CL rompeu todas as barreiras que as redes sociais oferecem, encontrando nestas, sem querer, a oportunidade de se tornar uma forte formadora de opiniões. A página foi além, virando referência no modo de se fazer piadas envolvendo futebol e enaltecendo nossos gloriosos anos no esporte, sempre aproveitando, com muito bom humor, para alfinetar a conhecida “geração 7×1”.

A ideia surgiu de uma brincadeira entre amigos, o nome veio do bordão para os tumultos e confusões em campo. Queríamos reproduzir na página montagens e fotos com legendas as quais achávamos engraçadas. Piadas que eram feitas entre nós ou em grupos”, comenta um dos administradores, que preferiu não se identificar na entrevista. Faz parte da farra.

Quando questionado sobre a dimensão que essa simples diversão alcançou, o responsável responde: “Não acreditamos muito nessa questão de “formadores de opinião”, na verdade a gente passa ali algo que as pessoas já pensam, mas não costumavam ver publicado na internet de forma aberta, talvez fosse algo que ficasse restrito a grupos ou fóruns. A gente brinca com algumas situações do que gostamos ou não”.

Apesar do alcance que a página possui, o Cenas Lamentáveis não se tornou, por enquanto, uma forma de rendimento para os coordenadores. Segundo eles, é necessário ter muito cuidado ao inserir anúncios publicitários no perfil para não se passar uma imagem negativa, no entanto, o grupo de amigos continua investindo na ideia, só que em outros canais de comunicação.

A gente faz humor com muitas coisas, isso não quer dizer que necessariamente não curtimos aquilo[…]. Fazemos piada com a Liga dos Campeões, mas assistimos. Zoamos o Cristiano Ronaldo, mas reconhecemos o craque de bola que é. O legal é que o pessoal na página já percebeu isso, então não precisamos ficar explicando, e nem vamos alimentar uma visão maniqueista das coisas.”, conclui — “O futebol deve ser, acima de tudo, divertido.”

decreto.cl — um site com a contagem para as 18h de sexta-feira, com a tão esperado “abertura” do final de semana (Foto: Cenas Lamentáveis)

decreto.cl — um site com a contagem para as 18h de sexta-feira, com a tão esperado “abertura” do final de semana (Foto: Cenas Lamentáveis)

Arquibancada
O Arquibancada é a editoria de esportes da Jornalismo Júnior desde 2015, quando foi criado. Desde então, muito esporte e curiosidades rolam soltos pelo site, sempre duas vezes na semana. Aqui, o melhor de todas as modalidades, de todos os pontos de vista.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*