Home Lançamentos Cães de Guerra: realidade ou ficção?
Cães de Guerra: realidade ou ficção?
CINÉFILOS
05 set 2016 | Por Jornalismo Júnior

por Mirella Cordeiro
milucordeiro94@gmail.com

Cães de Guerra (War Dogs, 2016) é uma comédia que nasceu do artigo “The Stoner Arms Dealers” da revista Rolling Stone. A matéria de 2011 conta como dois jovens se tornaram comerciantes de armas e parte crucial da guerra do Afeganistão. Do mesmo diretor da trilogia Se Beber, Não Case (The Hangover, 2009), o filme veio para superar expectativas.

cães de guerra 1

David Packouz, interpretado por Miles Teller (Whiplash e Divergente) levava uma vida mediana. Ele trabalhava como massagista e estava tentando entrar em um novo negócio quando reencontrou seu amigo de infância Efraim Diveroli, papel de Jonah Hill (O Lobo de Wall Street e Anjos da Lei). Os dois passam algum tempo juntos e, quando David descobre que será pai, Efraim oferece a ele uma oportunidade de parceria.

O personagem de Jonah Hill tinha uma vida confortável vendendo armas com seu tio, mas afirma que foi roubado pelo parente e resolve começar um novo empreendimento no mesmo ramo. Porém, desta vez, pretendia revender armas para o governo dos Estados Unidos, que possuía uma página pública na Internet onde publicava os armamentos buscados.

No ano de 2005, o presidente do país mais rico do mundo era George W. Bush e sua política era favorável a guerras. Desta forma, não podia haver período mais lucrativo para vendedores legais de armas. Aliás, no próprio filme há a afirmação de que guerra serve para lucrar.

AATD-Day09-200.dng

Com uma boa trilha sonora de Cliff Martinez (Drive) e dividido em capítulos cujos nomes são sempre uma fala de um personagem, o longa conta como os dois jovens enriqueceram forjando documentos e alimentando conflitos com os quais nem defendiam. Não é só mais uma comédia à la Se Beber, Não Case. É uma boa história à la O Lobo de Wall Street com pitadas de humor.

Packouz e Diveroli começam a ter problemas quando são enganados por um traficante de armas, interpretado por Bradley Cooper (Sniper Americano e O Lado Bom da Vida), também produtor de Cães de Guerra. Além disso, os amigos se desentendem e a parceria fica abalada.

Apesar de parecer absurdo, o filme é baseado em uma história real. Algumas pessoas com boas ideias podem ser sortudas e enriquecer enganando o governo dos Estados Unidos. O trailer simplista também ajuda a surpreender as pessoas, porque o longa é complexo e, ao mesmo tempo, as situações são bem explicadas. E há quanto tempo você não via uma comédia sem cenas de sexo?

Cães de Guerra chega aos cinemas dia 8 de setembro. Confira o trailer:

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*