Home Horizonte de Eventos “Ciências e humanidades sessenta anos depois” – IEA USP aborda a transdisciplinaridade na ciência em evento
“Ciências e humanidades sessenta anos depois” – IEA USP aborda a transdisciplinaridade na ciência em evento

O INSTITUTO DE ESTUDOS AVANÇADOS DA USP REALIZOU NO DIA 07 DE MAIO O EVENTO, COM O OBJETIVO DE PROMOVER A TRANSDISCIPLINARIDADE NA CIÊNCIA APÓS 60 ANOS DA CÉLEBRE CONFERÊNCIA DE C. P. SNOW

Horizonte de Eventos
09 maio 2019 | Por Laboratório

Por Drica Marcelino
marcelino@usp.br

Com a coordenação de José Eli da Veiga (Programa de Pós Graduação em Ciência Ambiental do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo – PROCAM – IEE – USP) e participação de Ricardo Abramovay (Procam IEE USP) e Sonia Maria Barros de Oliveira (Instituto de Geociências), o evento, de caráter público e gratuito, ocorreu no Instituto de Estudos Avançados da USP em São Paulo. Houve transmissão ao vivo e participação de internautas por meio de perguntas feitas online.

Foto por Leonor Calasans/IEA-USP

O físico e romancista britânico C. P. Snow abalou a comunidade acadêmica com a famosa conferência de 1959 na Universidade de Cambridge (Reino Unido), que originou o livro “As Duas Culturas”. Snow denuncia a ruptura entre as ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e sociais.

Quando cada disciplina é abordada de modo fragmentado e isolada das demais, ocorre a fragmentação das mentalidades, das consciências e das posturas, que perdem assim a compreensão do ser, da vida, da cultura, em suas relações e inter-relações.

Desta maneira, com o objetivo de superar o conceito de disciplina surge a transdisciplinaridade, para promover maior chance de entendimento de todas as matérias em conjunto, e experiências com trabalhos que unem diferentes áreas do conhecimento.

Imagem por Drica Marcelino

O professor Abramovay destacou “a importância das Ciências Humanas quando até mesmo um representante governamental desmerece a sociologia”. No dia 26 de abril o presidente Jair Bolsonaro disse que a nova gestão do Ministério da Educação estuda “descentralizar” investimentos aos cursos de filosofia e sociologia.

Em oposição à fala de Bolsonaro, no dia 06 de maio mais de mil pesquisadores assinaram um manifesto contra os cortes em sociologia e filosofia no Brasil. O manifesto contou com apoio de cientistas das universidades de maior prestígio do mundo como Harvard, Oxford, Yale, Cambridge, MIT e Sorbonne.

Imagem por Oregon State University

Os avanços tecnológicos elevam a necessidade da transdisciplinaridade. Nesta conjuntura, a professora e pesquisadora Sonia Maria de Barros afirmou que “é necessário mudar a estrutura da formação acadêmica”.

Sonia, Ricardo e José Eli possuem ampla experiência nas iniciativas transdisciplinares da Universidade de São Paulo. A de maior destaque é o PROCAM, em que Abramovay e Veiga atuam como professores.

Foto por Leonor Calasans/IEA-USP

O Programa Interdisciplinar de Pós Graduação em Ciência Ambiental (PROCAM), vinculado ao Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE-USP) visa formar pesquisadores capazes de propor alternativas às diversas demandas da sociedade nas questões socioambientais.

Ricardo Abramovay – Foto por Leonor Calasans/IEA-USP

Desde sua primeira turma, de 1990, o programa é composto por profissionais advindos de diversas áreas, abordando temas como aquecimento global, conservação da biodiversidade, áreas contaminadas, gestão dos recursos hídricos e dos resíduos sólidos urbanos, entre outros, que compõem os maiores desafios atuais da sociedade.

Em entrevista, Mary Gasalla, professora do Instituto Oceanográfico da USP e especialista em Oceanografia e Ciências da Pesca, falou sobre sua atuação transdisciplinar: “Há mais de 10 anos leciono disciplinas abertas onde tenho recebido alunos de diversas áreas (humanidades, ciências sociais e naturais, e até das artes e letras), onde percorremos um aprofundamento na leitura, teoria e prática dos conceitos de sustentabilidade, nas diversas dimensões.”

Gasalla afirma: “É interessante como um tema bastante específico como a pesca sustentável, ou os sistemas pesqueiros sustentáveis, funciona muitas vezes como um pano de fundo para uma abordagem mais ampliada e integradora do mundo ao redor.” Vale destacar que a pesca está ameaçada em escala mundial pelas mudanças climáticas.

No atual cenário, eventos como o do IEA são importantes para nos lembrar da frase de Charles Percy Snow: “Nenhuma sociedade será capaz de pensar com sabedoria se não religar as duas culturas”.

Laboratório
O Laboratório é o portal de jornalismo científico da Jornalismo Júnior. Apaixonados por curiosidades, nosso objetivo é levar a informação científica o mais próximo possível do público leigo. Falamos sobre saúde, meio ambiente, tecnologia, ficção científica, história da ciência, escrevemos crônicas, resenhamos livros, cobrimos eventos e muito mais!
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*