Home Lançamentos Cinderela e o Príncipe Secreto: Uma aventura mágica
Cinderela e o Príncipe Secreto: Uma aventura mágica
CINÉFILOS
10 out 2018 | Por Jornalismo Júnior

Cinderela e o Príncipe Secreto (Cinderella 3D, 2018) não segue o padrão do conto de fadas original. Não há menção do clássico sapatinho ou mesmo da abóbora que se transforma em carruagem. O baile acontece, no entanto, e as mudanças aparecem logo depois. Cinderela decide ir à festa com a ajuda de seus três amigos ratinhos e sua fada madrinha, essa ainda em formação. Durante a noite, um grande segredo é revelado: um dos ratinhos é na verdade o príncipe Alex, enfeitiçado ainda criança pela sua tutora, uma bruxa que usa magia negra para fazer o mal.

Cinderela e o príncipe secreto 01

Cinderela em seu quarto conversando com seus amigos ratinhos sobre ir ao baile. Na cena, os amigos dizem que suas roupas não estão apropriadas para o evento e a incentivam a procurar a fada madrinha. Imagem: Reprodução

Para reverter o feitiço, Cinderela e seus amigos saem em busca de um anel mágico, o único meio possível para solucionar qualquer problema. Apesar dos empecilhos no caminho, criados pela bruxa, a turma chega ao destino e tudo se resolve. Todavia, os aventureiros não têm sossego. Cinderela é capturada para ser usada de isca, assim o jovem Alex viria salvá-la e viraria novamente um rato. Inicia-se nesse momento mais uma batalha.

O longa apresenta cenas bonitas e coloridas. Envolve sempre muito brilho, como na passagem em que Cinderela está a caminho do baile, em que é possível ver luz em sua volta em contraste com a cena noturna. Por outro lado, as transições de imagens deixam a desejar, são cruas e acabam chocando o espectador.

É possível dar algumas risadas durante o filme. Os ratinhos, os quais não tem nome, sempre têm algo cômico para dizer e causam grande descontração. O jeito atrapalhado e carismático de Crystal, aprendiz de feiticeira, cativa quem a vê. Por fim, Cinderela e Alex mostram uma linda história de amizade, pois um está sempre disposto a cuidar do outro e, até mesmo, a ceder algo pelo bem do companheiro, como ocorre na cena em que o príncipe escolhe por voltar a ser um rato para que a moça deixasse de ser pedra.

O final, infelizmente, decepciona. A impressão deixada é que haverá uma continuação, pois é mostrado Alex como um rato nas mãos de Cinderela e Crystal chegando com a notícia de que descobriu uma maneira de ajudá-lo, e então, aparece um livro de contos de fadas com uma mensagem indicando sequência.

O filme estreia no dia 11 de outubro. Confira o trailer:

por Carolina Fioratti
carolinafioratti@usp.br

TAGS
Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*