Home Lançamentos Dona-de-casa desesperada
Dona-de-casa desesperada
CINÉFILOS
20 fev 2009 | Por Jornalismo Júnior

Ricky Hiraoka

Em Rio Congelado (Frozen River), não é só o frio típico da fronteira entre Estados Unidos e Canadá que atormenta a vida de Ray (Melissa Leo). O marido, viciado em jogo, desapareceu levando o dinheiro que pagaria as prestações da casa nova, seu salário não é o suficiente para sustentar seus dois filhos e ela está ameaçada de perder a casa-trailer em que mora e os móveis que estão lá dentro.

Veja o trailler: http://www.youtube.com/watch?v=90_D5nNNvQw

Sem saber o que fazer, Ray decide seguir os rastros do marido até que encontra seu carro abandonado no estacionamento de uma casa de jogos. É lá que ela conhece a pessoa que mudará sua vida: a índia Lila (Misty Upham), que vive numa reserva próxima. De início, elas se estranham. Lila se apropriou do carro do marido de Ray e não pretende devolvê-lo. Com uma arma em punho, Ray a faz mudar de ideia. Mas Lila é esperta e envolve Ray em suas práticas criminosas: a travessia de imigrantes ilegais do Canadá para o solo americano.

Ray hesita, num primeiro momento, em continuar com essa prática. Mas depois, percebe que o dinheiro ganho no tráfico de pessoas pode ajudá-la a conquistar seus sonhos. Ela conseguiria sua nova casa, manteria seu filho adolescente longe do trabalho. Porém, Ray não seria a única a ser beneficiada com esse “trabalho”. Lila precisa desse dinheiro para tentar recuperar seu filho, que foi roubado pela avó paterna.

Aparentemente opostas, as vidas dessas mulheres se entrelaçam e uma se converte no suporte da outra. Se antes, eram quase inimigas, Ray e Lila tornam-se mais do que cúmplices; elas ficam amigas. Seus dramas e seus sonhos se confundem, podendo ser resumidos em fazer o bem para seus filhos. Isso não as exime dos crimes que cometem, mas cria uma simpatia perante os espectadores. Colabora e muito para o surgimento dessa simpatia, a interpretação certeira da desconhecida Melissa Leo e sua química com Misty Upham. Juntas, elas traçam um avassalador retrato do que o desespero pode levar uma mulher a fazer. Sob o firme comando da estreante, Courtney Hunt, Rio Congelado é um filme enxuto, com interpretações contidas e com uma boa história para contar. Características raras na maioria dos filmes americanos.

TAGS
Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*