Home Mundo Geek Em 2018, Festival Path promete mais discussão e crescimento
Em 2018, Festival Path promete mais discussão e crescimento
Mundo Geek
14 maio 2018 | Por Jornalismo Júnior

Imagem: Meduzza

“Muita agitação e uma profusão de painéis interessantes, com discussões inusitadas e diferentes pontos de vista” é o que se espera da sexta edição do Festival Path, segundo Rafael Vettori, um dos organizadores do evento. O Path ocorrerá nos dias 19 e 20 de maio e será composto por palestras, shows, filmes e workshops, voltado a um público não definido, mas que simplesmente busca inovação, seja no âmbito da educação, do entretenimento e dos negócios.

A dinâmica espacial do evento se dá por meio da “Cidade Path”, idealizada para que os participantes se integrem ao ambiente urbano à medida que caminham por entre as atividades as ruas estarão sinalizadas e haverá monitores indicando os caminhos. O local escolhido será o mesmo do ano anterior: o bairro de Pinheiros, em São Paulo Instituto Tomie Ohtake, Rooftop5, Praça dos Omaguás, Praça Professor Resende Puech, Rua Cunha Gago, FNAC Pinheiros, Estúdio, Escola Britânica de Artes Criativas, Ginásio ACM, Museu A CASA, Centro Cultural Aliança Brasil-Japão e Centro Cultural Rio Verde.

Enquanto novidade de 2018, os workshops prometem: caligrafia, lambe-lambe, stencil e lettering são as opções disponíveis. As aulas têm duração de quatro horas e são vendidas separadamente às credenciais, sendo inclusos todos os materiais necessários por R$ 132,00. Para os amantes de leitura, um atrativo são as sessões literárias, onde autores são convidados a falar sobre seus livros recentes. Além disso, os shows nunca tão numerosos representam um momento de descontração e renovação das energias, com enfoque na cena indie brasileira. A banda Plutão Já Foi Planeta, presente no Lollapalooza 2018, e a festa Batekoo, militante do movimento negro, garantirão a diversão na noite de domingo. Todas as atividades ocorrem o tempo todo, de modo concomitante. Será um desafio aos participantes escolher entre as duas atrações, por exemplo.

Somando, haverá mais de 500 horas de conteúdo variado, palestras sobre comportamento, tecnologia, urbanismo, Cannabis, literatura; além de feiras de games, gastronomia, robótica e de empreendedorismo; cinema e happy hours. Uma das palestras que mais chama atenção é sobre Feminismo e LGBTQ+ na Cultura Pop. Os participantes do painel formado pela cantora pop Geo., pela psicóloga e educadora social Mayra Ribeiro, pelo escritor LGBT Alexandre Rabelo e pelo blogger e jornalista Ali Prando pretendem se debruçar e revirar videoclipes, letras de músicas e fatos biográficos de artistas como Madonna, Beyoncé, Lady Gaga e até mesmo a escritora Simone de Beauvoir, de modo a apresentar as semelhanças e diferenças entre os pensamentos das várias feministas. Dia 20/05, das 13h15 às 14h15, no Ballroom 2.

O final de semana do Path é planejado por pelo menos dez meses, desde o processo de curadoria, seleção de temas, palestrantes, até a grade final na véspera do evento. Assim, dá-se um importante momento de olhar e analisar o que vem de novo por aí, não importa qual seja a área profissional. Cerca de 15 mil pessoas participaram do evento no ano passado, e para 2018, com a recente entrada do Storymakers na sociedade, a expectativa é de agregar cerca de 20 mil pessoas.

A programação completa e a compra de ingressos para as atrações pagas estão no site https://www.festivalpath.com.br/

Imagem: Meduzza

Por Daniel TerraRaul Garcia
danielterra@usp.br | raulgarcia@usp.br

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*