Home Lançamentos Corrida dentro e fora das pistas
Corrida dentro e fora das pistas
CINÉFILOS
14 nov 2019 | Por Arthur Nascimento (arthur.gm.nascimento@usp.br)

Ford vs Ferrari (Ford v. Ferrari, 2019) é um filme baseado em fatos que conta diversas histórias entrelaçadas em um ponto comum: o lendário circuito automobilístico das 24 horas de Le Mans de 1966.

A trama pode ser dividida em três pontos principais. Um deles é a história de Ken Miles (Christian Bale), piloto de corrida com enormes conhecimentos técnicos. Ele é retratado com profundidade, muito além do aspecto profissional. Seu temperamento explosivo é acompanhado de carisma e o apreço que possui pela esposa Mollie (Caitriona Balfe) e pelo filho Peter (Noah Jupe), também apaixonado pelo automobilismo.

Outro personagem fundamental no enredo de Ford vs Ferrari é Carroll Shelby (Matt Damon). O primeiro e até então único piloto estadunidense a vencer as 24 horas de Le Mans tem participação na trama depois desse momento, quando sai das pistas por conta de problemas cardíacos. Shelby passou a desenvolver carros e se tornou um reconhecido engenheiro.

O último ponto importante, responsável por unir os dois primeiros, é o interesse empresarial que dá nome ao filme. A Ford atravessava uma grande crise no início da década de 1960 e identificou no esporte uma maneira de melhorar sua imagem. Ao notar que a Ferrari estava se notabilizando pelo mundo, mesmo sem uma grande linha de produção, a companhia estadunidense passou a ter interesse em adquirir a montadora italiana.

Lee Iacocca (John Bernthal), vice-presidente da Ford, foi à Itália negociar com Enzo Ferrari (Remo Girone), mas recebeu uma recusa incisiva. Isso foi uma grande ofensa para Henry Ford II (Tracy Letts), CEO da companhia, que passou a ter o incessante desejo de construir um carro para bater a Ferrari no circuito de 24 horas de Le Mans.

Assim se unem os três segmentos do roteiro. A Ford recorreu a Carroll Shelby, o único estadunidense com experiência vitoriosa em Le Mans, para montar o impensável carro capaz de bater a Ferrari. E Shelby apelou para Ken Miles, piloto que conhecia de alguns circuitos menores nos Estados Unidos. Miles o ajudaria a desenvolver o veículo e, desde o princípio, era considerado o piloto ideal para Le Mans de acordo com o engenheiro.

Então se iniciam as diversas corridas dentro da trama. A corrida contra o tempo, para alcançar o veículo perfeito. A corrida do orgulho, alimentada especialmente pela Ford mas também estimulada pela Ferrari. E a corrida entre interesses esportivos e de marketing, marcada por intensos debates entre Shelby e Leo Beebe (Josh Lucas), diretor de marketing da Ford que assume papel de vilão na trama por diversas vezes agir contra Ken Miles, pensando exclusivamente em interesses empresariais.

Ken Miles (Christian Bale, à esquerda) não só pilotava como tinha grande conhecimento técnico da montagem de carros por trabalhar como mecânico. [Imagem: 20th Century Fox]

Essas corridas metafóricas trazem grande emoção ao filme. A história, por vezes, parece pender para um final, mas a pluralidade de interesses é marcante na obra. Até o encerramento de Ford vs Ferrari, não é possível ter certezas absolutas de quem vai vencer ー a não ser que o espectador já conheça a história real.

A emoção trazida pelas reviravoltas e pelo jogo de interesses é ampliada pela experiência de assistir o longa em uma sala de cinema. Os planos escolhidos pelo diretor James Mangold agregam esteticamente, mas isso não é o principal. As cenas de corrida são bem produzidas, transmitindo a emoção das pistas no som e na imagem, e o roteiro bem feito não permite que o ritmo intenso se perca totalmente fora dos momentos de grande decisão.

A atuação de Christian Bale como Ken Miles merece grandes elogios. O ator novamente realizou um grande trabalho, sendo capaz de transmitir a emoção, o carisma e a personalidade única de seu personagem. Matt Damon também cumpre as expectativas, entregando uma atuação sólida.

Assistir Ford vs Ferrari é uma experiência recomendável, não só para quem gosta de automobilismo. O ritmo intenso e a profundidade presente na abordagem de questões pessoais e empresariais é elogiável, e as sensações que o filme gera são ampliadas em grande quantidade em seu ato final.

Ford vs Ferrari estreia nos cinemas em 14 de novembro. Confira o trailer:

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*