Home Lançamentos O Agente Recauchutado
O Agente Recauchutado
CINÉFILOS
01 set 2015 | Por Jornalismo Júnior

por Maria Beatriz Barros
mabi.barros.s@gmail.com

A ideia para O Agente da U.N.C.L.E. (The Man Of U.N.C.L.E., 2015) surgiu no contexto histórico-político da Guerra Fria, cenário do enredo. No mundo polarizado entre o capitalismo americano o comunismo soviético, nasceram Napoleon Solo, agente especial da CIA. e Ilya Kuryakin, da KGB. A princípio, os personagens figuraram no seriado de TV, no qual eram obrigados colocar suas diferenças de lado e cooperar em nome da entidade supranacional U.N.C.L.E., afim de combater a temível T.H.R.U.S.H., organização criminosa que busca desestabilizar o poder global.

A série foi ao ar de 1964 até 1968, produzida pela MGM, idealizada pelos mesmos criadores de James Bond. Meio século após o sucesso na televisão, Solo e Kuryakin ganham versões para o cinema, no novo blockbuster da Warner Bros. O filme é dirigido por Guy Ritchie, de Sherlock Holmes (Sherlock Holmes, 2009) e Sherlock Holmes: O Jogo Das Sombras (Sherlock Holmes: A Game of Shadows, 2011).

O Agente da U.N.C.L.E.filme (2)

O enredo parte da Alemanha, quando Napoleon Solo (Henry Cavill, de “O Homem de Aço”), é incumbido de resgatar Gaby Teller (Alicia Vikander) da Berlim Oriental. Ela pode ser a única pista para o desaparecimento de seu pai, um cientista alemão que acredita-se estar trabalhando para uma organização criminosa internacional empenhada em desestabilizar o poder com a proliferação de armas nucleares e tecnologia militar. O agente da CIA, no entanto, não é bem-vindo pelos soviéticos, que mandam Ilya Kuryakin (Armie Hammer) para neutralizá-lo. Solo e Gaby conseguem fugir para a Berlim Ocidental para, no dia seguinte, serem informados de que trabalharão com aquele que tentara matá-los anteriormente. A missão é infiltrar-se na organização comandada por Victoria Vinciguerra, e impedí-los de construir uma bomba nuclear letal para o mundo.

o agente da uncle 2

O Agente da U.N.C.L.E., em si, tangeia o clichê dos filmes de espionagem da Guerra Fria, no qual o bloco capitalista se opõe firmemente ao comunista, tendo em vista que um agente da CIA e outro da KGB são obrigados a cooperar. No entanto, vemos ainda na produção americana a expressão do antigo rancor dos soviético, através da construção de um personagem russo um tanto quanto psicótico. Todavia, a atuação excelente de Armie Hammer mina a tentativa de depreciação de Kuryakin. No final, os efeitos especiais e as inúmeras cenas de ação são o que conferem dinamismo e animação ao longa.

O filme chega ao cinemas na próxima quinta feira, dia 3 de setembro. Além de Cavill e Hammer nos papeis principais, o longa conta com Elizabeth Debicki, de Grande Gatsby (Great Gatsby, 2013) como Victoria Vinciguerra e Hugh Grant, de Letra e Música (Lyrics and Music, 2007) como Waverly, agente de inteligência britânica.

Confira o trailer:

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*