Home Escuta Aí Oba Oba Samba House, Dexterz e Eva Private: projetos diferentes unidos pela música eletrônica
Oba Oba Samba House, Dexterz e Eva Private: projetos diferentes unidos pela música eletrônica
Escuta Aí
07 jul 2013 | Por Jornalismo Júnior

Que o Brasil é um país de miscigenação não é novidade pra ninguém. Sejam cores, comidas, sotaques, religiões, tudo se mistura de Norte a Sul, fazendo com que o país se destaque por suas diferenças. Assim, com a música não poderia ser diferente. Apesar de já ter a imagem bastante associada ao samba, o país também possui outros ritmos característicos, como axé, sertanejo, funk carioca, entre outros, e agora também começam a se destacar as misturas feitas a partir desses estilos.

Sejam influências internacionais ou misturas completamente inusitadas, esse novo segmento vem ganhando espaço com a ajuda da divulgação através de redes sociais e disseminação de músicas na internet. Conheça algumas das bandas e cantores que estão conseguindo atrair muitos fãs, tentando inovar o cenário da música brasileira.

Oba Oba Samba House

obaoba

Clique na imagem e ouça a versões das músicas Use Somebody, do Kings of Leon, e Californication, do Red Hot Chilli Peppers, feitas pelo do Oba Oba Samba House

“O rock nasceu em uma brincadeira, quando Elvis resolveu descontrair o ensaio e tocar um country acelerando-o. Por que com o samba eletrônico seria diferente?”

É levantando essa questão que o grupo musical Oba Oba Samba House, de Ribeirão Preto justifica a inovação de estilo musical tentada realizar pela banda. O “samba eletrônico” que dá o ritmo às suas músicas nasceu da mistura de umas batidas eletrônicas com um samba elétrico em um dos ensaios da antiga banda Cinco Minutos, de pop rock, formada pelos integrantes da atual Oba Oba. O que era pra ser apenas uma brincadeira foi levado aos palcos em um bar em Ribeirão Preto e foi um sucesso total. A partir daí, começaram a surgir convites de festas, e bares e a agenda da Oba Oba Samba House começou a ficar mais lotada que a da Cinco Minutos. Claro que o motivo desse aumento de shows e fãs em todo Brasil se deu por causa da inovação e além de músicas próprias, a banda ainda faz versões de músicas estrangeiras como Use Somebody, do Kings of Lion, e Otherside, do Red Hot Chilli Peppers, tranformando-as em samba e dando-lhes uma cara mais brasileira.

Dexterz

O trio formado por Julio Torres, Amon Lima e Junior Lima é conhecido por misturar à música eletrônica, o clássico do violino e batidas de percussão. Tudo começou quando Junior assistiu a uma apresentação do Crossover, antigo projeto eletrônico de Julio e Amon, e pensou em introduzir a percussão. Começaram a tocar em baladas, fazer sucesso e hoje fazem shows em uma casa noturna de São Paulo com um público já cativo. Quando perguntado sobre como o violino se encaixa nesse estilo, Amon Lima diz que depende da capacidade de improvisação e criação ao vivo, porque apesar de ser um instrumento clássico, pode se encaixar também em outros estilos. A mistura inusitada de música eletrônica e clássica já fez a cabeça dos paulistanos e ainda pode conquistar mais fãs Brasil afora.

dexterz

Clique na imagem e conheça um pouco mais do trabalho da banda Dexterz, composta por Julio Torres, Junior Lima e Amon Lima

Eva Private

A conhecida Banda Eva, de axé baiana, lançou em 2012 o Eva Private, um projeto onde mistura axé, sertanejo e música eletrônica. A ideia do projeto é proporcionar ao público um formato diferenciado, sempre realizado em ambientes fechados, com lounges, decoração e iluminação. Organizado primeiramente nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis, o evento chegou à Salvador em abril deste ano e foi muito bem recebido pelos fãs locais da banda, que estavam acostumados ao bom e velho axé.

Batidas que misturam gêneros

Nesses três casos, a música eletrônica é o elemento responsável por juntar estilos tão diferentes. Como a forma de composição é geralmente intuitiva e muitas vezes pode ser feita por quem tem pouca experiência musical, é mais fácil realizar essas misturas.  Além das misturas  acima, muitos outros se juntam a ela hoje no Brasil, como funk, sertanejo, rock e forró, formando novos estilos que também tem feito muito sucesso.

música eletronica

Por Amanda Manara
apmanara@gmail.com

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*