Home Mundo Geek Relógios tecnológicos: os gadgets que prometem mudar sua relação com a tecnologia
Relógios tecnológicos: os gadgets que prometem mudar sua relação com a tecnologia
Mundo Geek
31 jul 2013 | Por Jornalismo Júnior

Você já ouviu falar em relógio tecnológico? Não, não são aqueles com calculadora que o seu professor de química da oitava série usava! Os “smartwatchs” são relógios de pulso que podem ser conectados por Bluetooth com iPhones e Androids. A partir daí, é possível realizar diversas funções comandadas diretamente por quatro botões do seu relógio de pulso.

O Pebble, primeiro aparelho desse tipo, que ainda é um projeto, permite que se receba alertas de e-mails, mensagens, compromissos da agenda, notificações do Twitter e Facebook, mostra o identificador de chamadas, fornece a previsão do tempo, tem cronômetro, timer, alarme, mostra a distância percorrida e a velocidade, por meio da conexão com o GPS do smartphone, e, obviamente, mostra as horas.

Relógio nas três cores disponíveis. Foto: divulgação

Todas essas informações serão transmitidas do celular para o relógio a partir de um aplicativo gratuito que deve ser baixado no iPhone ou no Android. Além das funções já existentes para o Pebble, elas não são as únicas, pois os seus desenvolvedores anunciaram esse projeto no site Kickstarter, o que significa que ainda pode haver mudanças.

O Kickstarter é um site de financiamento coletivo, ou seja, qualquer um pode doar uma quantia para ajudar projetos considerados interessantes pelo público a terem futuro. Essa é uma forma interessante de se patrocinar produtos novos, pois o investimento pode vir de várias pessoas, permitindo que projetos inovadores, mas, ao mesmo tempo, considerados incertos em relação ao seu sucesso, possam ir para a frente. Esse foi o caso do Pebble.

Inicialmente, no Kickstarter, o projeto do relógio pedia um investimento de US$ 100 mil e alcançou o valor nas primeiras duas horas em que esteve no site. Seu anúncio já foi encerrado e não é mais possível fazer o investimento. As doações alcançaram o valor de 10 milhões de dólares. O valor mínimo com que se podia contribuir era de US$ 115, mais US$ 15 de frete. Além das doações, o público pôde votar em algumas outras coisas que poderiam ser incrementadas ao relógio, como, por exemplo, uma nova cor para o gadget.

watch

Vídeo explicativo do Pebble. Foto: reprodução.

Apesar de a ideia do Pebble ter sido lançada antes no Kickstarter, a Sony anunciou recentemente o lançamento do seu próprio smartwatch. O fato de ele não ter sido criado por jovens que dependem de doações e investimentos no Kickstarter, mas por uma empresa de renome no mercado tecnológico, possibilitou que o seu lançamento acontecesse antes. O relógio da Sony já está na sua segunda versão e, em comparação ao Pebble, as críticas são as de que ele só pode ser conectado a smartphones de sistema operacional Android, é de difícil controle e tem menos funções. Outras grandes marcas como Google, Apple e Samsung ainda não anunciaram seus projetos, mas devem entrar nessa onda para não ficarem atrás dos concorrentes.

O Pebble ainda não está no mercado, mas, em breve, estará por aí. Sua reserva pode ser feita em uma pré-venda disponível no link do site. Se fará sucesso ou não, isso ainda é uma dúvida. O acelerado ritmo de crescimento nos valores de investimento podem indicar alguma coisa, mas nada é certo. O que se pode ter certeza é que, em uma época liderada quase exclusivamente pelo lançamento de tablets e de smartphones, o aparecimento de algo tão diferente e inovador no mercado de eletrônicos promete chamar atenção.

Por Victoria Salemi
vicbsalemi@gmail.com

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
COMENTÁRIOS
Smartwatches: a tecnologia de um celular, agora no seu pulso | Sala 33
[…] muitas startups investiram na ideia, como aconteceu com o Pebble, um dos primeiros relógios dessa geração. O maior diferencial destas empresas novas em relação às gigantes do mercado era justamente a […]
21 maio 2015
 
Crowdsourcing – Junção de ideias em um ambiente colaborativo
[...] exemplo muito bem sucedido desse formato de site é o Kickstarter, já citado aqui no Blog da Jota na matéria sobre os relógios tecnológicos. Há também uma página na web brasileira, que tem o mesmo formato de arrecadação de [...]
04 set 2013
 
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*