Home Cine Trash Sobreviva a uma invasão alienígena, se quiser
Sobreviva a uma invasão alienígena, se quiser
CINÉFILOS
12 nov 2012 | Por Jornalismo Júnior

Imagine viver em um mundo no qual o presidente dos Estado Unidos é ninguém menos que Jack Nicholson, a primeira-dama Glenn Close e sua filha Natalie Portman. Imagine também que o cientista mais respeitado do planeta seja Pierce Brosnan e que a apresentadora de TV mais famosa seja Sarah Jessica Parker. Agora, acrescente Danny DeVito, Jack Black, Michael J. Fox e uma invasão de marcianos. Bem, se não conseguiu imaginar tudo isso, Tim Burton já fez por você em Marte Ataca! (Mars Attacks!.1996.), da forma mais irreverente possível.

Esqueça alienígenas como o fofo E.T. de Steven Spielberg, que apenas queria ajudar na construção da paz mundial, mas no final conseguiu mesmo é deixar seu amigo em depressão depois de abandoná-lo na Terra. Marcianos que não respeitam nem uma pomba branca e principalmente soldados americanos patriotas são muito mais interessantes, a menos que você queira morrer incinerado (e verde, aliás) por raios laser em alguns segundos. Se não, tudo bem, seu problema está resolvido: que tal terminar em uma nave espacial com sua cabeça trocada com a de seu cão preferido? Pelo menos agora você assistirá ao fim do mundo de camarote e com um rabo para abanar.

Como sempre, Tim Burton consegue reformular o esdrúxulo com uma boa dose de humor sádico. Afinal, a extensa filmografia do diretor mostra sua destreza em arrancar boas risadas de corpos em decomposição, esqueletos e até de algumas tesouras. Em Marte Ataca!, são alienígenas nada bem intencionados que irão fazer de tudo para que os últimos dias da raça humana sejam os mais engraçados possíveis, pelo menos na opinião deles.

Depois de Batman Eternamente (Batman Forever. 1995.) e James e o Pêssego Gigante (James and the Giant Peach. 1996.), Burton teve a brilhante ideia de juntar um elenco de estrelas com alienígenas que só queriam se divertir com os humanos, de preferência mortos. O resultado não podia ser melhor: em sua carreira, esse filme B de ficção científica é referência das infinitas possibilidades do diretor em inovar. Em cada projeto, Tim Burton repensa o lugar-comum e consegue oferecer uma estética peculiar, que o distingue e o faz sobressair dentre tantas produções.

Sarah Jessica Parker e seu corpo de cão

Uma boa invasão de extraterrestres segue uma trama clássica. Em suas naves espaciais nada discretas, os alienígenas chegam causando o maior alvoroço e as pessoas desesperam-se só depois do anúncio da mídia, já que ninguém viu nada diferente no céu ultimamente. Em uma calçada de Nova York, aparece alguém com um cartaz dizendo “Arrependa-se: o fim está próximo”. Os alienígenas então destroem uma grande obra arquitetônica, de preferência icônica, já que estudaram nossa cultura por um bom tempo pra saber o que deveriam destruir primeiro.

Aí vem a perseguição do mocinho e sua família com problemas de relacionamento, a luta dos sobreviventes em um enredo cativante, para que no final, de algum jeito ridiculamente científico, os alienígenas sejam derrotados e a paz volte à Terra. Marte Ataca! segue tudo isso, com um pouco mais cérebros explodindo, é claro.

Poderíamos chamar Marte Ataca! de filme trash? Claro que sim! Onde mais iríamos achar em uma mesma produção Jack Nicholson como presidente, marcianos travestidos e idosas simpáticas? Além do inesperado a todo o momento, um filme de ficção científica não deveria não chamar atenção pelos seus efeitos especiais. É assumido desde a primeira cena com um rebanho de vacas pegando fogo o tom grosseiro e de galhofa da produção. Também pode-se observar como há certa referência à animação feita com Stop Motion (leia mais sobre a técnica neste link), que era na verdade a proposta inicial do filme.

Em tempos de fim do mundo, nada melhor que relembrar uma das melhores invasões alienígenas do cinema. No mínimo, será a mais engraçada que você irá se lembrar. Aliás, sempre é bom treinar para um possível apocalipse, ainda mais na proximidade de 21 de dezembro. Quer saber como escapar sem um arranhão, ou pelo menos tentar? Assita a Marta Ataca! ou vá ao asilo mais próximo.

Fotos: Divulgação

Por Fernando Oliveira
fe.oliveira.souza@gmail.com

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*