Home Virou História Tudo Igual
Tudo Igual
ARQUIBANCADA
05 jun 2016 | Por Jornalismo Júnior

Por Carla Monteiro

A equipe do Bauru Basket venceu o Flamengo por 94 a 79 e conseguiu forçar o quinto jogo da série final da oitava temporada do NBB. A partida, realizada neste sábado, 04, na cidade de Marília-SP, foi decisiva para o time do interior de São Paulo que precisava da vitória para impedir o tetracampeonato do Flamengo.

O Flamengo entrou em quadra com a vantagem de ser a única equipe que poderia sair com o título. Mas não deu pro time carioca. Jogando em casa, o Bauru contou com o apoio da torcida e logo no início da partida converteu três arremessos de três pontos. Aliás, a eficiência do chute a longa distância foi um dos diferenciais do Bauru Basket. Ao total, foram 14 cestas de três pontos. O bauruense Jefferson estava em uma tarde calibrada e marcou 22 pontos além dos 12 rebotes para a equipe da casa.

Já no primeiro quarto da partida, o Bauru mostrou para o que veio. A torcida e o time estavam em sintonia e mordidos com a bola presa mal marcada do último jogo, realizado no Rio. A cada ponto, a cada defesa do time, a torcida comemorava freneticamente engolindo a equipe carioca, que foi atropelada dentro de quadra também. O primeiro quarto terminou 28 a 13 para o Bauru.

No segundo período, o Bauru Basket manteve o ritmo e não deixou o Flamengo encostar no placar. A vantagem do time do interior paulista chegou a 22 a pontos no quadro. Nesse período o jogador Léo Meindl fez uma super jogada e mostrou um basquete de altíssimo nível ao roubar a bola do carioca Marcelinho com um drible e arrancar para uma enterrada que levantou a torcida (veja no vídeo do Sportv/ Globo Esporte). O técnico José Neto, do Flamengo, pediu tempo e tentou acertar o time, que até reagiu dentro de quadra e diminuiu a diferença para 18 pontos. Mas não foi suficiente. As equipes foram para o intervalo com o placar de 51 a 30 para o time da casa.

(Foto: Globo Esporte)

(Foto: Globo Esporte)

Foi uma tarde quente no ginásio Neusa Galetti. No terceiro quadro o Flamengo voltou mais atento, fez 7 a 0 e mostrou porque o time é tricampeão do NBB. Mas Robert Day e Hettsheimeir trataram de converter duas bolas de três e frear a reação carioca. Descontentes com uma marcação da arbitragem, a equipe técnica rubro-negra reclamou e o fisioterapeuta do Flamengo, Ricardo Machado, foi expulso de quadra e se envolveu em uma confusão com os torcedores do Bauru. A briga foi para as arquibancadas e a segurança precisou conter alguns torcedores rubro-negros. O jogo ficou parado por mais de cinco minutos. Com a bola em jogo novamente, o Bauru manteve a vantagem e terminou o terceiro quadro na frente por 77 a 55.

No último período de jogo, a equipe do Bauru Basket soube administrar e controlar o time do Flamengo. O técnico bauruense, Demétrius Ferracciú, instruiu a equipe fazer o feijão-com-arroz e sair de campo com a vitória. Deu certo. O coletivo do Bauru se mostrou muito forte, Robert Day foi cestinha com 24 pontos; Alex mostrou que é uma liderança dentro de quadra e Hettsheimeir deixou todo mundo ansioso, pois ele é uma das nossas promessas pras Olimpíadas.

O jogo 4 da final da NBB terminou com o placar de 94 a 79 para o Bauru e a série empatada em 2 a 2. A finalíssima do NBB vai acontecer no próximo sábado, dia 11/06, no Rio de Janeiro. Quem vencer será o campeão da temporada 2015/2016 do Novo Basquete Brasil.

 

FINAIS

 

Jogo 1 – 21/05: Bauru 77 x 83 Flamengo, em Marília

Jogo 2 – 26/05: Flamengo 80 x 85 Bauru, no Rio de Janeiro

Jogo 3 – 28/05: Flamengo 89 x 84 Bauru, no Rio de Janeiro

Jogo 4 – 04/06: Bauru 94 x 81 Flamengo, em Marília

Jogo 5 – 11/06: Flamengo x Bauru, às 14h10, no Rio de Janeiro Finalíssima

Arquibancada
O Arquibancada é a editoria de esportes da Jornalismo Júnior desde 2015, quando foi criado. Desde então, muito esporte e curiosidades rolam soltos pelo site, sempre duas vezes na semana. Aqui, o melhor de todas as modalidades, de todos os pontos de vista.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*