Home Lançamentos Um pouco de decepção
Um pouco de decepção
CINÉFILOS
20 jan 2011 | Por Jornalismo Júnior

[O Turista]

Você é um turista sozinho em uma viagem de trem para Veneza, e Angelina Jolie senta-se à sua frente e começa a perguntar sobre sua vida. Depois, ela o convida para passar o fim de semana em um dos mais luxuosos hotéis da cidade. O sonho de qualquer homem, não? Bem, isso até você descobrir que tudo é um plano para que a polícia e um gângster louco por vingança pensem que você é o marido da bela moça e passem a te perseguir, ao invés do verdadeiro Alexander Pearce. É nessa situação um tanto delicada que o professor de matemática Frank (Johnny Depp) se encontra depois de seu encontro com Elise (Jolie).

A partir desse ponto, “O Turista” (The Tourist) se desenrola com muita ação nas belíssimas paisagens italianas. O elenco, com grandes nomes do cinema contemporâneo, com certeza atrairá milhares de pessoas às salas de cinema. Isso porque, nos últimos tempos, a presença tanto de Depp quanto de Jolie em um filme pode ser considerada como uma garantia de que ele é bom. É de se esperar, então, que um longa que conte com os dois atores contracenando seja maravilhoso.

No entanto, não é bem o que acontece com “O Turista”. Nesse caso, para falar a verdade, a presença das duas estrelas pode ter sido o calcanhar de Aquiles do filme. O roteiro simplesmente não consegue sustentar o talento desses dois. Os personagens de ambos são planos e um tanto supérfluos e não permitem que os atores mostrem tudo o que sabemos que são capazes. A própria indefinição do filme de espiões, que foi indicado ao Globo de Ouro na categoria Comédia/Musical, apesar de Angelina Jolie ter declarado que não se considera uma atriz para comédias e ter rido ao saber de sua indicação, resultou no sub-aproveitamento do elenco. Com certeza, uma pena.

Essa indefinição pode ter sido consequência dos inúmeros entraves e substituições que o filme passou desde sua produção. Originalmente pensado como remake do francês Anthony Zimmer: A Caçada, foi abandonado por Tom Cruise, Charlize Theron e o diretor Bharat Nalluri (O Corvo: Salvação). Depois, foi vez do ator Sam Worthington (Avatar) desistir.

É claro que o filme tem seus momentos bons. Apesar do roteiro fraco, Angelina Jolie está, como sempre, estonteante em seu papel de femme fatale e Johnny Depp continua impressionando com sua versatilidade. É inacreditável como Edward Mãos de Tesoura, capitão Jack Sparrow, Roux, o cigano sexy de Chocolate e Frank, o professor apaixonado e ingênuo, são interpretados pela mesma pessoa.

“O Turista” é um filme de entretenimento com belíssimas paisagens, bons atores e algumas cenas divertidas. Um bom filme para se assistir em casa, sentado no sofá, mas que deixa a desejar, principalmente em vista do potencial que tinha para ser muito melhor. Com certeza, o público esperava muito mais de um filme que conta com duas das maiores estrelas da atualidade.

Por Marina Jankauskas

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*