Home Especiais Tóquio 2020 | Argentina bate Japão em partida decisiva e garante vaga nas quartas de final
Tóquio 2020 | Argentina bate Japão em partida decisiva e garante vaga nas quartas de final

Em partida que decidiu o último classificado para o mata-mata do Basquete masculino, Argentina evita vexame, conta com suas estrelas e vence o Japão

ARQUIBANCADA
01 ago 2021 | Por Gustavo Assef (gustavoassef@usp.br)

Na madrugada de hoje (01), Argentina e Japão fizeram partida que decidiu quem avançaria para a fase de mata-mata no Basquete masculino. Argentinos e japoneses estavam no grupo C e vinham de derrotas para Eslovênia e Espanha. Com isso, a partida decidiu quem avançaria para a fase de mata-mata como um dos dois melhores terceiros colocados. 

Os argentinos, que chegaram como uma das equipes favoritas ao pódio depois do vice-campeonato no Mundial de 2019, buscavam, além da primeira vitória na competição, evitar um vexame. A equipe, liderada pelo armador Facundo Campazzo e pelo veterano Luis Scola, controlou a partida desde o primeiro quarto com um jogo coletivo ofensivamente e sem sofrer com o Japão, que abusou das jogadas individuais.

1º e 2º quartos

Os argentinos já começaram a partida em um nível ofensivo muito alto. Campazzo coordenou um show de movimentação de bola e deixou os japoneses perdidos na defesa. O basquete coletivo da Argentina envolveu, sem muitas dificuldades, a defesa japonesa, o que gerou  mais arremessos livres. 

Do outro lado, os anfitriões sofriam com a falta de criatividade e movimentação ofensiva. A seleção japonesa pouco criou e apostou demais nas jogadas individuais de sua grande estrela Rui Hachimura e de seus companheiros, que não estavam em um dia inspirado. 

Apesar do mesmo número de turnovers e números semelhantes nos rebotes, por conta da eficiência ofensiva dos argentinos e da noite pouco inspirada dos japoneses, ao final do 2º quarto a vantagem já era de 46 a 38 para a Argentina.

3º e 4º quartos 

No começo da segunda etapa, o Japão encaixou boa sequência defensiva, gerando contra-ataques fáceis e baixando a vantagem argentina para apenas 4 pontos. Porém, após pedido de timeout, os argentinos liderados com Campazzo e Scola voltaram a comandar, com tranquilidade, as ações ofensivas. 

Sem os contra-ataques gerados pela defesa, as limitações do ataque japonês foram novamente expostas. A equipe voltou a insistir nas jogadas individuais e, em noite de baixo aproveitamento de Hachimura — converteu apenas 35% dos arremessos —, viu a Argentina rapidamente abrir 10 pontos de vantagem e controlar a partida.

No início do 4º quarto, os argentinos venciam por 65 a 53 e, com menos pressão, o jogo ofensivo melhorou cada vez mais. Os argentinos anotaram 32 pontos nos últimos 10 minutos da partida e colocaram de vez um ponto final na campanha dos anfitriões. 

Campazzo terminou com 17 pontos, 11 assistências e 7 rebotes. Já Scola foi o cestinha, com 23 pontos, e ainda pegou 10 rebotes. Com a vitória, a Argentina se classificou para as quartas de final como melhor terceira colocada e enfrentará, em partida sem favorito, a forte equipe da Austrália. 

 

*Imagem de capa: [Twitter/@cabboficial]

Tóquio 2020 rebeca

Arquibancada
O Arquibancada é a editoria de esportes da Jornalismo Júnior desde 2015, quando foi criado. Desde então, muito esporte e curiosidades rolam soltos pelo site, sempre duas vezes na semana. Aqui, o melhor de todas as modalidades, de todos os pontos de vista.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*