Home Na Estante A Colônia – Uma história apocalíptica fora dos padrões
A Colônia – Uma história apocalíptica fora dos padrões
Na Estante
05 nov 2016 | Por Jornalismo Júnior

Você vai precisar de coragem e uma memória razoável para ler A Colônia (Suma de Letras, 2016). O mundo sofre com uma invasão de aranhas que a princípio, não fica claro aos personagens da história. Dentre os mais de dez cenários diferentes que o autor nos convida a visitar, a narrativa se desenvolve nos cinco continentes — lotada de suspense, emoção e uma humanidade incomum em tramas apocalípticas.

O começo do livro é complicado. Ezekiel Boone deseja apresentar aos leitores uma série de contextos distintos, viajando pelo mundo, somos apresentados à uma professora de biologia, um milionário que está viajando ao Peru, um policial norte-americano, um cidadão chinês, o braço direito da presidenta americana, dentre outros. Caso tenha a memória fraca, vai ser comum ter de voltar algumas páginas e ler novamente certos trechos para lembrar o que estava acontecendo.

Passada a fase de apresentações, partes do enredo vão se ligando e principalmente, ficando mais marcantes, o que facilita a leitura. Esteja ciente: marcante é um eufemismo para explicar quão dinâmico fica o livro.

As aranhas estão chegando, e mais, aquilo que antes era desconhecido pelos personagens vai tomando forma, o que não representa uma solução. A pluralidade de histórias contidas somada aos diferentes dramas presentes ajudam ao leitor “devorar” o livro.

Cada capítulo que passa, novas adversidades vão aparecendo sejam elas políticas, biológicas ou sentimentais: A bióloga quer entender os aracnídeos, a presidenta precisa organizar o país, o policial deve manter sua filha a salvo. Méritos ao autor por construir uma perfeita teia entre os problemas pessoais e profissionais de todos personagens.

Que fique claro: esse livro tem uma continuação! O fato de ter lido desesperadamente em busca de uma conclusão e não encontrar a solução ao final foi, de certa forma, desanimador. No entanto, a curiosidade não cessa e os ansiosos vão ter que aguardar a próxima edição, sabendo que A Colônia é apenas o começo de uma história muito criativa e com muito potencial.

Observação: A Colônia é o primeiro livro de uma trilogia. A continuação já tem nome e data marcada para ser lançada: Skitter, em maio de 2017.

Por Rafael Castino
rafacastino12@gmail.com

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*