Home Além das Telas Filmes para entender o fascismo
Filmes para entender o fascismo
CINÉFILOS
24 fev 2020 | Por Thaislane Xavier (thaislanexavier@usp.br)

Os regimes fascista e nazista surgiram no período entre guerras na Itália e na Alemanha, quando os países enfrentavam valores liberais fracos e a decadência da economia. Eram conhecidos por torturar, caçar e matar aqueles que eram considerados seus inimigos ou pertencentes a “raças inferiores”.

Como características desses regimes tem-se antiliberalismo, autoritarismo e ultranacionalismo. Além disso, também são conhecidos pela crueldade. Na Itália, na Alemanha e no Japão do século XX essas formas de governar dominavam. 

Durante os governos, milhares de pessoas foram assassinadas de forma brutal para que uma raça considerada superior ascendence, com valores cristãos e conservadores.

Com o passar do tempo o termo fascismo foi ganhando novas conotações e nem sempre é fácil entender o que realmente significa, o que aconteceu durante os regimes baseados em seus ideais e a importância de combatê-los. O Cinéfilos listou alguns filmes que ajudam a entender melhor o que é o fascismo. 

A Onda (Die Welle): O filme alemão de 2008 se passa em uma escola e mostra como os ideais fascistas se difundem entre as pessoas. Tudo começa quando um professor decide ensinar sua matéria de forma diferente, mostrando por que o nazismo surgiu e ascendeu na prática e provando aos alunos que não é impossível que o pensamento fascista retorne. O professor também fala sobre como as pessoas envolvidas nem sempre sabem o que estão fazendo, pois só querem difundir e fazer com que todos acreditem e sigam uma ideologia. O filme também revela o que acontece com aqueles que não concordam com as ideias difundidas por um grupo. 

[Imagem: Reprodução]

V de Vingança (V for Vendetta, 2005): Distopia de uma Inglaterra que vive sob regime totalitário. A trama começa a se desenvolver quando um homem mascarado, conhecido apenas pelo codinome V, surge e chama os seus compatriotas para se juntar a sua causa e derrubar o governo então vigente no país. O longa traz as artimanhas usadas por um governo fascista para manter a população em controle e mostra o quão difícil é derrubar o sistema quando esse tipo de pensamento chega ao representante máximo do povo.

[Imagem: Reprodução]

Prelúdio de uma Guerra (Prelude to War, 1942): O documentário foi feito para convencer aos estadunidenses do por que deveriam lutar na guerra para combater o Eixo. Ele conta com imagens da Segunda Guerra e explica o que aconteceu antes dos Estados Unidos interferirem, além de mostrar a ascensão dos governos fascistas na Itália, Alemanha e no Japão. O documentário mostra como esses países funcionavam sob os regimes autoritários e, talvez, dentre os filmes dessa lista seja o mais didático, exercendo o papel de ensinar a história para que seja evitada uma repetição.

[Imagem: Reprodução]

Ele Está de Volta (Ert Ist Wieder da, 2015 ):  O longa mostra a Alemanha em 2014 em um cenário no qual Hitler voltou, de alguma forma, para o mundo e está tentando conquistar seguidores. As pessoas acreditam que é apenas alguém que faz uma interpretação perfeita do antigo líder nazista, e muitas delas compartilham de seu discurso xenofóbico e racista. O filme é do gênero comédia, mas assusta ao mostrar o quão as pessoas ainda são preconceituosas com aquilo que consideram diferente. “Eram todos pessoas normais que decidiram votar em uma pessoa diferente… Eu faço parte de você, eu faço parte de todos”. Essa é uma das últimas frases do filme. Ela sintetiza como o fascismo chega ao poder: as pessoas o escolhem.

[Imagem: Reprodução]

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*