Home Lançamentos La Vanité: sobre eutanásia, vaidade e um encontro inusitado
La Vanité: sobre eutanásia, vaidade e um encontro inusitado
CINÉFILOS
12 jul 2016 | Por Jornalismo Júnior

por Mel Pinheiro
mel.pinheiro.silva@gmail.com

A discussão sobre a eutanásia é sempre polêmica, e como todo assunto que gera controvérsias e opiniões acaloradas, foi também bastante tratado no cinema, como mostra essa matéria do Cinéfilos. Uma coprodução entre Suíça e França e dirigida por Lionel Baier, La Vanité (2015) entra para a extensa lista de filmes que tratam do tema, porém de uma maneira pouco convencional: usando da comédia para contar sua história.

David Miller (Patrick Lapp) tem um câncer terminal e resolve contratar uma empresa especializada em ajudar pacientes a serem eutanasiados. A profissional responsável pelo procedimento é Esperanza (Carmen Maura). David é arquiteto e decide ter os últimos momentos em um quarto de motel que ajudou a construir com sua esposa, já falecida. Essa escolha é o gancho para as situações cômicas ao longo do filme, já que David é abandonado pelo filho no momento, deixando o viúvo em uma enrascada: pelas normas, ele precisa de uma testemunha durante sua partida. O escolhido é Tréplev (Ivan Georgiev), jovem prostituto que está hospedado no quarto ao lado.

la-vanite-1

A dinâmica entre esses três personagens é o elemento que dá ritmo e alma ao longa. São pessoas completamente diferentes entre si e que nunca estariam juntas se não fosse essa situação absurda. A atuação dos atores contribui tanto em momentos engraçados como os mais melancólicos e dramáticos, além de ajudar na construção impecável de personagens bem complexos. Ambos têm seus defeitos muito mais explorados que suas qualidades, mas isso só auxilia na compreensão do público em relação a seus conflitos e como chegaram até ali.

la-vanite-2

A direção de arte também é um ponto importante na construção da narrativa. O quarto de motel onde se passa a maior parte da trama é escuro com cores pesadas, contrastando com cenas mais claras e cores vibrantes das memórias dos personagens, inclusive da própria lembrança de David do motel quando foi inaugurado.

Com estreia marcada para 14 de julho, La Vanité não fala apenas sobre eutanásia, mas também de egoísmo, lembranças, relações familiares, sexualidade e amizades inesperadas, além de garantir, ao mesmo tempo, boas risadas e reflexões profundas.

Assista ao trailer:

TAGS
Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*