Home Escuta Aí Nightwish: show único no Brasil empolga e emociona fãs
Nightwish: show único no Brasil empolga e emociona fãs
Escuta Aí
07 out 2018 | Por Jornalismo Júnior

Comemorando os vinte anos de carreira, banda finlandesa fez um show inesquecível em São Paulo.

Na última sexta-feira, dia 28 de setembro, em plena hora do rush do trânsito paulistano, a rua Bragança Paulista ficou repleta de pessoas com camisetas pretas e estampadas com logos de bandas. O motivo: na casa de shows Tom Brasil ocorreria a apresentação única de Nightwish, uma banda de metal finlandesa que cativa um grande público no país.

A ansiedade dos fãs era perceptível. Cerca de uma hora antes de abrirem os portões, a fila da pista já dava uma volta razoável no quarteirão, e nem mesmo a fina chuva que caía fez com que as pessoas deixassem seus postos.

Letreiro na frente da Tom Brasil anuncia o tão esperado de Nightwish ao Brasil. (Foto: Laura Alegre)

Nos momentos que precederam o início das performances, a animação já tomava conta do ambiente. A plateia cantava e dançava ao som das músicas de fundo, cujo repertório incluía o som de Iron Maiden, Avantasia e Hammerfall, por exemplo. A casa de shows foi ficando mais lotada a cada minuto, até que por volta das 20h50, Delain, a banda de abertura, tomou o palco e agitou os quase 4000 presentes.

A apresentação de Delain foi surpreendentemente empolgante. A sincronia dos integrantes da banda e o carisma da vocalista Charlotte Wessels foram, sem dúvida, o destaque. A execução das músicas foi excelente, mas o setlist deixou um pouco a desejar. Uma das músicas mais famosas, Stardust, assim como outros hits, foram deixados de lado em prol da divulgação do álbum mais recente do conjunto, denominado “Moonbathers” (2016).A parte mais memorável da apresentação fora o momento em que Marco Hietala, baixista e vocalista de Nightwish, juntou-se a eles no palco para cantar a faixa de 2015, Sing to Me, da qual  participa. Fire With Fire e We Are The Others também foram pontos altos do show.  A plateia cantou e vibrou ao som da maioria das músicas performadas, o que fez com que a vocalista agradecesse muito a calorosa recepção brasileira.

O público vibrou quando Marco Hietala se juntou a Delain no palco (Foto: Laura Alegre)

O show principal começou alguns minutos depois do encerramento da abertura. Com uma pequena introdução no telão, o narrador prometia conduzir os fãs a uma jornada ao passado. Esta turnê, “Decades”, comemora os vinte anos de carreira da banda fundada por Tuomas Holopainen, e conta com um setlist cheio de clássicos e outras músicas que não eram tocadas ao vivo há muito tempo. Após uma contagem regressiva gritada entusiasticamente pelos fãs, a banda entrou no palco e abriu a noite com uma introdução instrumental da faixa Swanheart e logo explodiu com End of All Hope.

Floor Jansen, a vocalista, interpretou com perfeição vários sucessos cantados pelas antigas cantoras da banda (Tarja Turunen e Anette Olzon), como 10th Man Down e Amaranth. A energia de Jansen era contagiante: a todo momento ela dançava, chamava pelo público e voltava a cantar impecavelmente mesmo depois de todo o agito.

A diva Floor Jansen e sua presença de palco incrível foram o grande destaque da noite. (Foto: Laura Alegre)

Outro integrante que se destacou show do último dia 28, fora Troy Donockley, que cantou, tocou flauta, alaúde e outros instrumentos diferentes. Isso agregou muito a músicas como Nemo, que não contam com instrumentos de sopro na gravação original.

Uma das partes mais emocionantes do show foi a performance de Dead Boy’s Poem, interpretada de modo mais intimista, mas mantendo toda a força da letra da canção. The Carpenter foi outro momento incrível, já que foi cantada também por Donockley e rememorou o primeiro álbum de Nightwish, “Angels Fall First” (1997). Hits como I Want My Tears Back, Elvenpath e Élan também foram muito marcantes.

A parte recitada de “Dead Boy’s Poem” foi muito emocionante. (Foto: Laura Alegre)

O encerramento também foi tocante, com The Greatest Show On Earth (em versão reduzida) e Ghost Love Score. Os vocais de Floor Jansen e Marco Hietala foram espetaculares ao vivo, que, somados à incrível produção de palco, emocionaram os fãs.

Em suma, a noite de Decades Tour foi nostálgica e emocionante, graças ao carisma dos integrantes, tanto de Nightwish, quanto de Delain. O “girl power” se fez presente durante toda a performance, assim como a empolgação da plateia, que cantou a plenos pulmões todas as músicas. A banda segue em turnê pela América Latina nos próximos dias, mas os fãs brasileiros já esperam ansiosos pela próxima oportunidade de vê-los ao vivo de novo.

A banda se despede no Brasil sendo ovacionada pelos quase quatro mil presentes no show. (Imagem: Laura Alegre)

Por Laura Alegre
lauraalegre@usp.br

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*