Home Lançamentos Zoolander 2, um tributo a Blue Steel
Zoolander 2, um tributo a Blue Steel
CINÉFILOS
03 mar 2016 | Por Jornalismo Júnior

por Júlia Moura
juliacrmoura@gmail.com

Estreou hoje Zoolander 2 (Zoolander 2, 2016), sequencia do longa homônimo de 2001, produzido, dirigido e interpretado por Ben Stiller. Nesta nova aventura, Derek Zoolander (Stiller) viaja a Roma com Hansel (Owen Wilson), seu ex rival, para tentar recuperar sua carreira de modelo e reaver a guarda do filho. Após o final feliz ao lado de Matilda Jeffries (Christine Taylor), o “Centro Derek Zoolander Para Crianças Que Não Sabem Ler Bem E Quem Aprender A Fazer Outras Coisas Bem Também” desaba por falhas na construção, vitimando sua esposa e ferindo Hansel. Desde então, Zoolander vive como um “caranguejo ermitão”, escondido de todos, por culpar a si mesmo pela morte da esposa e perda do filho para o Estado.

Hansel também vive isolado, por conta das cicatrizes no acidente que destruiu o Centro de Zoolander. Junto com sua família, a Orgia, da qual faz parte Kiefer Sutherland (como ele mesmo), famoso por Jack Bauer, eles se abrigam em um deserto. Depois de descobrir que todos estão grávidos, Hansel se apavora e foge para descobrir quem ele é, a grande questão enfrentada por Derek no filme anterior.

Em meio a tudos estes acontecimentos, astros do pop como Justin Bieber são assassinados, deixando como pista fotos com a mais famosa pose de Derek, a Blue Steel. Para resolver o mistério, a agente da Interpol para crimes de moda, Melanie Valentina (Penélope Cruz) pede a ajuda da dupla.

Zoolander 2

A Blue Steel, famosa pose de Derek Zoolander. Foto: Reprodução

A dupla volta as passarelas no desfile de um estilista hipster, cuja estrela é a trans All (Benedict Cumberbatch). Derek e Hansel, contratados para o trabalho por Alexanya Atoz (Kristen Wiig), representam modelos ultrapassados, frente as tendências atuais.

O vilão Jacobim Mugatu (Will Ferrell) também retorna a sequência, buscando vingança após Zoolander o ter desmascarado. O filme é mais do que uma continuação, mas um tributo ao original, uma vez que não deixa de ser uma crítica às superficialidades do mundo da moda, mesmo em uma comédia “pastelão” recheada de sex symbols. O grande destaque de Zoolander 2, é conciliar o ar do original com piadas e situações atuais, tornando-o um bom filme para quem quer rir e se divertir.

Zoolander 2 - 2

Stiller e Owen voltam as passarelas como Zoolander e Hansel. Foto: Reprodução

 

Outro ponto interessante são as releituras de cenas, diálogos, músicas e situações do primeiro filme, que “se repetem”, mas sem se repetir, pois estão em outro contexto, com diferentes personagens e texto. Vale resaltar a popular a trilha sonora, composta por músicas de Nick Minaj e  Skrillex, entre outros.

Esta mistura de elementos dos anos 2000 com as atuais agrada tanto os fãs, quanto os despreocupados atraídos pela dupla harmoniosa de Stiller e Owen, que evoluíram muito como atores desde o primeiro filme. Zoolander 2 não é pretensioso, e justamente por isso que ele se torna um belo tributo ao original, sempre ridicularizando o que está “na moda”.

Confira o trailer:

 

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*