Home Controle Remoto Com dedicatória aos fãs, Sense8 prova que sim, o amor conquista tudo
Com dedicatória aos fãs, Sense8 prova que sim, o amor conquista tudo
Controle Remoto
10 jun 2018 | Por Jornalismo Júnior

O ano era 2017, mais precisamente 5 de maio, e a segunda temporada de Sense8 havia acabado de sair quando a Netflix anuncia o cancelamento da série. Não demorou muito: fãs se movimentaram na internet pedindo a volta da série e, logo no final do mês de junho, a Netflix voltou com sua palavra confirmando um episódio especial de duas horas que fecharia toda a narrativa.

E entregou. No dia 8 de junho de 2018, às 4 da manhã, foi lançado o episódio. Com o título Amor Vincit Omnia (O amor conquista tudo, em latim), o episódio foi entregue como uma forma de agradecer os fãs, que estavam ao lado da série em todos os seus momentos. Superando todas as expectativas, Amor Vincit Omnia veio e chutou a porta com os dois pés.

Em meio ao caos que havia sido instaurado no episódio anterior (Wolfgang sido pego pela BPO e os sensates conseguindo capturar o Sussurros), a finale da segunda temporada veio para pegar todas essas pontas soltas e amarrá-las com uma colher de aventura e uma xícara de carinho e amor. Lana Wachowski — criadora da série ao lado de sua irmã, Lilly Wachowski — fez questão de entregar um prato cheio de referências e cenas que dão orgulho para todo fã da série.

(Foto: Reprodução)

[A partir daqui, este texto pode conter spoilers sobre o episódio final]

Se, por algum motivo, você esteja com receio de ver essa finale da segunda temporada, saiba que estará perdendo o melhor episódio da série. Amor Vincit Omnia consegue ser um dos maiores fanservices já vistos e ainda manter a qualidade de imagem e de narrativa que sempre teve. Tem muitas falas marcantes para personagens que não haviam tido seu devido espaço antes; tem dedicatórias de amor — quando vemos a então aguardada cena de casamento de Nomi e Amanita — e cenas de ação que marcaram cada sensate, nos fazendo ter aquela onda de nostalgia dos episódios passados.

Entre cenas românticas dos pares que mais amamos, como Lito e Hernando, Riley e Will, Kala e Wolfgang, Nomi e Amanita, Sun e Mun, temos cenas que em um momento vão fazer você chorar e no outro, rir. Mas o episódio também nos dá aqueles sustos que apertam o coração e nos faz gritar com a TV. Em meio às incontáveis emoções que todo telespectador tem vendo esse episódio, Amor Vincit Omnia não deixa de ser uma eterna gratidão, em forma de episódio, para todos os fãs que levaram a série até o patamar que está hoje em dia; à todos os fãs que choraram quando a série foi cancelada e que lutaram para trazê-la de volta, nem que só para mais um episódio.

E a Lana e todo o elenco reconheceram isso. Com mensagens de agradecimento ao público dentro e fora das telas, Sense8 sempre foi sobre a auto aceitação, amizade, amor, família, justiça e luta e sempre ergueu, desde seu piloto, a bandeira colorida para o alto com o maior orgulho.

(Foto: Divulgação)

Mas não se preocupe: a icônica cena de orgia  — que foi um marco na série — não poderia faltar em seu desfecho. Ela, enquanto acontecia, também juntou outras cenas de sexo de episódios passados, fazendo aquele flashback que faz o fã levar a mão no pacote de lencinhos pela centésima vez. Sim, chorar vendo uma orgia, esse é o tipo de série que Sense8 é. Tanto esse episódio quanto diversos outros tocam quem assiste de uma maneira indescritível. O Amor Vincit Omnia é simplesmente tudo de bom que a série tem a oferecer durante duas horas.

Outro ponto a ser levantado é a questão de como as mulheres, principalmente nesse finale, são retratadas extremamente fortes, além de aparecerem novos personagens que entram em cena justamente para reforçar esse fato. Por isso e pelos demais pontos que esse finale da segunda temporada de Sense8 é tão especial, tanto para os fãs — que moveram os sete mares para fazer acontecer — quanto para quem só quer assistir a série e curtir o momento.

Uma mensagem bem clara que o episódio e a série como um todo deixaram é que sim, com persistência, lutando pelo que é justo, valorizando as amizades e a família, você consegue o que você quer. É assim que o amor conquista tudo.

(Foto: Divulgação)

por Gabrielle Yumi
gabrielleyumif@gmail.com

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*