Home Escuta Aí Troye Sivan: Show do cantor no Cine Joia emociona e deslumbra seus fãs.
Troye Sivan: Show do cantor no Cine Joia emociona e deslumbra seus fãs.
Escuta Aí
08 abr 2019 | Por Sala 33

Por Edson Júnior

edsonjuniormcz@usp.br

O promissor Troye Sivan fez a alegria de seus fãs na noite de quarta, 4 de abril, com o show de sua atual turnê, The Bloom Tour, intitulada com o mesmo nome de seu álbum mais recente, Bloom. O show fez parte da passagem do cantor ao Brasil pelo Lollapalooza Brasil, em que ele se apresentou na sexta, dia 5. O evento aconteceu no Cine Joia, onde centenas de fãs chegaram na fila cedo da manhã para acompanhar de perto o ídolo.

A apresentação já teve início com a primeira música do álbum, Seventeen, em que o cantor demonstra sua força vocal com muita intensidade e carisma, contagiando o público por completo. Desde o início, ficou clara a força de Troye no Brasil pela intensa voz do público cantando suas músicas.

[Imagem: Edson Júnior]

Um dos momentos mais marcantes da primeira parte do show foi a performance da canção Heaven, em que o cantor pega uma bandeira LGBT com seu rosto estampado no meio, dada pelos fãs no show. A canção tem um significado muito importante para seu público, composto em grande parte por LGBTs, pois traz uma mensagem de aceitação e orgulho vivido pelo próprio cantor ao se assumir gay. Troye arrepiou qualquer um que lá estivesse e se identificasse – ou não- com a música.

[Imagem: Edson Júnior]

Após alguns minutos do início da apresentação, o cantor reclamou do calor do local – fato também queixado pelo público -, chegando a afirmar ser “o local mais quente que já toquei na vida”. Porém, o calor não foi o suficiente para acabar com a energia contagiante e alegre do momento.

Ainda no primeira momento, houve a performance de algumas de suas músicas presentes em seu primeiro álbum, o Blue Neighbourhood. Entre elas, estão os hits Wild e Fools, muito ovacionados pelos fãs do show.

Troye marca a segunda parte do show com uma troca de figurino e com a presença de um sofá no palco. Ele começa com Postcard, e nos mostra outra versão do cantor, explorando um pouco mais um teor de sensualidade e o poder de seus vocais em músicas mais lentas.

[Imagem: Edson Júnior]

O carisma de Troye é algo a ser destacado, que estava sempre conversando com o público, e até aprendeu as expressões “obrigado” e “eu te amo” em português. Também é válido citar o forte poder presente nas letras de suas canções, que tratam não só de temas de representatividade, mas também amores perdidos e pop dançante que traz teor descontraído e alegre na apresentação, como na canção Dance for This, parceria com Ariana Grande.

Mais para o final da apresentação, em que ele já usava a terceira roupa  da noite, houve a performance da música 1999, um de seus sucessos mais atuais, em parceria com a britância Charli XCX. A canção chegou a aparecer na posição #13 na parada de músicas do Reino Unido, configurando um grande hit.

A emoção sentida ao vê-lo cantar se transpareceu no rosto do público, tido por muitos como uma grande inspiração por todo o peso de aceitação e amor que carrega a figura de Troye Sivan.

[Imagem: Edson Júnior]

Ao final do show, o cantor afirmou que ia finalizar com a música Animal, última faixa de seu álbum. Porém, ocorreu uma grande surpresa. Os fãs não saíram do local, pois sabiam que estavam faltando alguns de seus hits, e começaram a gritar pela volta do astro. Então, ele volta com toda sua banda em um dos momentos mais emocionantes da noite. Ele retorna cantando Youth e, neste momento, os fãs jogaram bexigas que haviam sido distribuídos na fila de entrada. Um mar azul e branco tomou conta do Cine Joia, trazendo intensa comoção. As cores podem ser explicadas por ser o design de seu primeiro álbum, composto praticamente por inteiro pelas colorações azul e branca.

[Imagem: Edson Júnior]

Para o grand finale, Troye trouxe seu maior hit do álbum Bloom, My My My!. Foi um momento indescritível, no qual a alegria e emoção de estar ali tomou conta de todo o show. Ainda teve direito a uma chuva de confetes que deixou o momento visualmente mais bonito.

[Imagem: Edson Júnior]

Troye fez seu papel e ainda mais que o esperado, trouxe músicas dançantes, cantou seus maiores sucessos, comoveu seus fãs e se encarregou do lado político e representativo presentes na sua performance. Claramente, um momento especial para o cantor, que cantou pela primeira vez em território brasileiro e, também, para todos que o assistiram. Com certeza, um dia que ficará marcado para todos que lá presenciaram.

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*