Home Craque da Vez A versatilidade de Jrue Holiday
A versatilidade de Jrue Holiday

O atleta do basquete é um exemplo da importância de desempenhar bem várias funções

ARQUIBANCADA
12 jun 2023 | Por Julia Martins (juliadonascmartins@usp.br)

Jogador do Milwaukee Bucks, Jrue Holiday desempenha um papel essencial para que o time seja um dos mais fortes da NBA atualmente. Reconhecido como um dos melhores defensores da liga, ele não se limita somente a essa função: Holiday pode dar grandes assistências, ser o principal pontuador ou decidir partidas importantes se necessário. Conheça a carreira e características de um dos atletas mais polivalentes do basquete.

Herança familiar

Jrue Randall Holiday nasceu em 12 de junho de 1990 na cidade de Mission Hills, na Califórnia. O basquete foi responsável por unir seus pais, Toya Decree e Shawn Holiday. Eles se viram pela primeira vez no Aeroporto Internacional de Los Angeles antes de viajarem para disputar um torneio na China em 1979. Meses depois, se reencontraram na Universidade Estadual do Arizona e começaram a namorar no segundo ano. Voltaram para a Califórnia e se casaram em 1988.

Da esquerda para a direita: o irmão mais velho, Justin; o mais novo, Aaron; o pai, Shawn; e Jrue, antes da partida entre o Indiana Pacers e o New Orleans Pelicans. [Imagem: Reprodução/Instagram @justholla7]

Inicialmente, os pais incentivaram os quatro filhos a se engajarem em aulas de arte, música e dança. O esporte era somente uma forma de fazê-los gastar energia. Como eles herdaram a competitividade característica da família, os mais velhos, Justin, de 14 anos, e Jrue, de 13, começaram a competir com a equipe de basquete da Campbell Hall High School. No seu quarto e último ano, Jrue ajudou na conquista do título estadual da Divisão IV da Califórnia. Além disso, após alcançar médias de 25 pontos e mais de quatro roubos de bola por jogo, foi premiado como o Jogador Nacional Gatorade do Ano em 2008. 

Justin decidiu pela Universidade de Washington e Jrue pela da Califórnia — que, mais tarde, também seria o destino da irmã, Lauren, e do caçula, Aaron. Durante um ano, Jrue integrou o UCLA Bruins, time de basquete universitário da instituição. Grandes expectativas foram geradas por seus números expressivos como veterano no ensino médio, entretanto, ele atuou a maior parte dos jogos fora de sua posição de armador, pois a estrela do time era Darren Collison. Apesar disso, foi o segundo jogador com mais assistências e roubos de bola — 129 e 55, respectivamente — e entrou para a equipe de novatos da Conferência do Pacífico-10

No final de seu primeiro ano acadêmico, decidiu renunciar a sua elegibilidade universitária — segundo as regras, todo jogador que completa quatro anos na faculdade está automaticamente inscrito na seleção da liga profissional — e se declarou para o draft da NBA de 2009, sendo selecionado como décima sétima escolha pelo Philadelphia 76ers.

Primeiros anos na NBA

No seu período de calouro, Holiday foi lentamente introduzido ao time. Em alguns jogos não foi relacionado e em outros seus minutos foram reduzidos. Porém, ele não demorou muito para conquistar seu espaço: do meio até o final da temporada, contabilizou 50 jogos como titular, e ainda que a campanha da equipe tenha sido ruim — 24 vitórias e 49 derrotas —, conseguiu boas atuações e fez seus primeiros duplo-duplos de dez pontos e dez rebotes contra o Chicago Bulls e de 13 pontos e 13 assistências contra o Atlanta Hawks.

Nas duas temporadas seguintes, Holiday seguiu em plena evolução. Em 2010/11, sua média de pontos chegou a 14 e a de assistências a 6,5. Também conseguiu seu primeiro triplo-duplo de 11 pontos, 11 assistências e dez rebotes contra o Brooklyn Nets. Já em 2011/12, fez 30 pontos pela primeira vez contra o Chicago Bulls em março de 2012. Jrue enfrentou o mesmo time em sua primeira disputa de playoffs e fez mais de 15 pontos nos cinco jogos disputados e seis assistências em três deles, o que auxiliou na classificação da equipe para as semifinais, nas quais acabaram eliminados pelo Boston Celtics.

A última temporada em Filadélfia foi a mais expressiva. Sua média de tempo em quadra chegou a 37 minutos — uma partida completa possui 48 —, além de suas maiores médias de pontos pela equipe, 17, e assistências, 8, nas 78 partidas disputadas. Ao longo do ano, acumulou 20 duplo-duplos e fez 35 pontos contra o New York Knicks em janeiro de 2013. Esse desempenho o fez ser selecionado para ser reserva no All-Star Game da NBA de 2013 e, com apenas 22 anos, era o jogador mais jovem da história da franquia a conseguir tal feito.

Apesar do potencial de Jrue para se consolidar como um dos principais jogadores da franquia, o Philadelphia 76ers decidiu que era o momento de mais uma reformulação. Em julho de 2013, Jrue Holiday e Pierre Jackson foram trocados por uma escolha de primeira rodada do draft de 2014 do New Orleans Pelicans.

Consolidação em Nova Orleans

Os dois primeiros anos de Holiday na nova equipe foram prematuramente interrompidos devido a lesões em sua perna direita. Mas enquanto esteve em quadra, ajudou a equipe da melhor forma que pôde: em dezembro de 2014, conseguiu 30 pontos, dez assistências e três roubos de bola contra o Dallas Mavericks e 30 pontos, nove assistências e cinco roubos contra o Golden State Warriors. Como consequência das lesões, em 2015/16, apesar de voltar a disputar mais de 60 partidas, seus minutos ainda eram reduzidos. Fez grandes atuações em março de 2016 quando marcou 38 pontos contra o Charlotte Hornets e 34 contra o Memphis Grizzlies.

Na temporada de 2016/17, Jrue precisou lidar com reviravoltas em sua vida pessoal. Quando estava na universidade, conheceu Lauren Cheney, que era jogadora de futebol e que futuramente ganharia uma Copa do Mundo com a seleção americana. Eles se casaram em 2013 e, três anos depois, estavam esperando a chegada da primeira filha. Entretanto, Lauren descobriu um tumor benigno no lado direito do cérebro e ele não pensou duas vezes: tirou uma licença para estar ao lado da família. A filha, Jrue Tyler Holiday, nasceu em setembro e, no mês seguinte, Lauren retirou o tumor. Após três meses, Holiday voltou às quadras para ajudar a equipe a terminar em décimo lugar na Conferência Oeste.

Jrue e a esposa Lauren com a filha, Jrue Tyler e o caçula, Hendrix, nascido em 2020. [Imagem: Reprodução/Instagram @jlhfound]

Durante estes anos, o Pelicans foi gradativamente melhorando suas campanhas e, finalmente, em 2017/18 conseguiu se classificar para a pós-temporada. Jrue também evoluiu: suas atuações no ataque foram providenciais para garantir a vitória em jogos difíceis. Em dezembro de 2017, fez cinco cestas de três pontos no último quarto contra o seu ex-time, o Philadelphia 76ers, e totalizou 34 pontos. Além disso, protagonizou grandes atuações na prorrogação de dois jogos no mês de fevereiro do ano seguinte: contra o Brooklyn Nets fez os dois pontos que levaram o jogo para um segundo tempo extra — e o Pelicans saiu vitorioso — e fez a cesta que garantiu a vitória contra o Miami Heat

Mas o grande destaque foi sua capacidade defensiva, e ele foi selecionado para ser titular do All-Defensive Team da NBA pela primeira vez. Na primeira rodada do mata-mata contra o Portland Trail Blazers, marcou individualmente Damian Lillard, reconhecido como um dos melhores arremessadores da liga. Em entrevista para o podcast “The Old Man & the Tree”, de JJ Redick, o armador da equipe de Oregon reconheceu que Jrue Holiday fez um trabalho incrível. Somado a isso, teve grandes atuações no ataque com 33 e 41 pontos no segundo e quarto jogos, respectivamente. Na fase seguinte, os jogadores do Pelicans enfrentaram o Golden State Warriors e foram eliminados depois de cinco partidas.

Já a temporada de 2018/19 marcou a melhora de mais um aspecto: assistências. Holiday conseguiu seu maior número, 14, por duas vezes: contra o Toronto Raptors e o Los Angeles Clippers. Estas atuações contribuíram para que sua média no quesito chegasse a mais de 7 por partida. Também conseguiu seu recorde de bloqueios, seis, contra o Houston Rockets em 29 de janeiro e foi novamente selecionado para o NBA All-Defensive Team, desta vez como reserva.

Em 2019/20, no mês de janeiro, converteu sete das dez bolas de três que arremessou contra o Memphis Grizzlies e terminou com 36 pontos. Por duas vezes, em novembro e dezembro, conseguiu seis roubos de bola na mesma partida: contra o Los Angeles Clippers e o Denver Nuggets. Nesta temporada, recebeu o troféu Twyman-Stokes Teammate of The Year, que premia o companheiro que personifica os ideais de jogo altruísta, empenho e dedicação a sua equipe.

Após sete temporadas, Jrue Holiday era titular indiscutível, porém, aos 30 anos de idade, ele possuía potencial para fazer parte de um time campeão. Por isso, em novembro de 2020, foi contratado pelo Milwaukee Bucks, em troca de George Hill, Eric Bledsoe, três escolhas de primeira rodada no draft e ainda a possibilidade de trocar de posição em outros dois drafts

Milwaukee Bucks e o título da NBA

O Milwaukee Bucks, sediado no estado de Wisconsin, possuía somente um título da NBA, conquistado no longínquo ano de 1971 e, após décadas de campanhas ruins, somente com a consolidação de Giannis Antetokounmpo, draftado em 2013, o sonho do título voltou a ser possível para o torcedor. Porém, a equipe não conseguia chegar longe nos playoffs e com a possibilidade da saída da estrela em 2020, era necessário apostar no tudo ou nada. 

Jrue Holiday foi contratado por sua indiscutível qualidade defensiva e pelo bom aproveitamento nos arremessos de três pontos: 36%. Este dado era importante porque uma das jogadas características do Bucks era o catch and shoot, quando o jogador recebe a bola e prontamente arremessa, possível pelas infiltrações no garrafão de Antetokounmpo e seus passes para fora. Atletas com bons números do perímetro eram essenciais e Jrue não decepcionou. Logo em sua primeira temporada, 2020/21, foi novamente nomeado para ser titular do NBA All-Defensive Team, com a média de 1,6 roubos de bola — a maior da equipe —, e sua eficiência nos arremessos de três chegou em 39%.

O primeiro adversário nos playoffs foi o Miami Heat e com quatro vitórias seguidas, o Bucks avançou. Jrue acumulou médias de 15 pontos, seis rebotes, nove assistências e mais de dois roubos de bola por partida. Nas semifinais da conferência, enfrentaram o complicado Brooklyn Nets, liderado por James Harden, Kevin Durant e Kyrie Irving. Milwaukee foi derrotado nos dois primeiros jogos. No terceiro, faltando apenas 11 segundos no relógio, Holiday recebeu o rebote de Antetokounmpo, foi para o ataque, girou e fez a bandeja que garantiu a vitória de sua equipe.

Na partida seguinte, os 14 pontos e as nove assistências de Jrue ajudaram a empatar a série. Entretanto, os 49 pontos de Kevin Durant selaram a vitória do Nets no jogo cinco. No sexto confronto, o trio do Bucks brilhou: 38 pontos de Khris Middleton, 30 pontos de Antetokounmpo e 21 pontos de Holiday para um novo empate. O sétimo jogo foi decidido somente na prorrogação e os 13 pontos e oito assistências de Jrue auxiliaram na classificação da equipe para as finais.  

O título da Conferência Leste foi disputado contra o Atlanta Hawks. Apesar do Bucks novamente começar perdendo, o primeiro confronto foi marcado por grande atuação de Holiday: 33 pontos e 10 assistências. Na partida seguinte, ele fez 22 pontos e a equipe saiu vitoriosa. No terceiro embate, o Bucks virou a série com o auxílio de seus 12 passes para cesta. Porém, mesmo com 19 pontos e nove passes no jogo quatro, o duelo ficou novamente empatado. Holiday conseguiu um novo duplo-duplo no quinto jogo de 25 pontos e 13 assistências e brilhou no jogo seis com mais 27, ao lado de Khris Middleton que fez 32 pontos, o que garantiu o título.

Pela terceira vez na história, o Milwaukee Bucks chegou às finais da NBA. O adversário era o vencedor da Conferência Oeste, o Phoenix Suns. Os dois primeiros jogos foram disputados no Arizona e o Suns confirmou o mando de quadra com duas vitórias. No terceiro e quarto jogos, disputados em Wisconsin, foi a vez do Bucks confirmar o mando. Jrue teve importantes atuações, com 21 pontos e nove assistências no jogo três e 13 pontos e três roubos de bola no jogo quatro.

Mas sua grande atuação foi no quinto jogo. Holiday fez 27 pontos, com um aproveitamento de 60% dos arremessos de quadra — acertou 12 de 20 — e 50% da linha dos três pontos, com três arremessos certeiros. Deu 13 assistências e conseguiu três roubos de bola, o mais importante quando faltavam 18 segundos para acabar a partida: impediu Devin Booker de fazer a cesta e fez um alley-oop ou ponte aérea, que ocorre quando o jogador recebe a bola ainda no ar e logo faz uma enterrada — com Giannis, que além dos dois pontos recebeu uma falta, ou seja, uma jogada de três pontos que garantiu a vitória do Bucks. No jogo seis, Jrue conseguiu quatro roubos de bola e nove rebotes, somados com seus 12 pontos e 11 assistências para ajudar na conquista do segundo título do Milwaukee Bucks.

Segunda nomeação para o All-Star Game

Sem grandes mudanças no elenco, o Bucks estava entre os favoritos para conquistar mais um título na temporada 2021/22. Jrue seguiu com atuações regulares e mais uma vez ficou entre os reservas do All-Defensive Team. Fez sua maior pontuação no período de classificação, 40, contra seu ex-time, o New Orleans Pelicans.

Na primeira rodada dos playoffs, o adversário foi o Chicago Bulls. Holiday foi consistente: deu mais de seis assistências e fez dez ou mais pontos em todas as cinco partidas disputadas entre as equipes. Sua maior pontuação foi no jogo quatro, quando converteu cinco bolas de três e acumulou 26 pontos. O Bucks chegou às semifinais e tinha pela frente o Boston Celtics.

As duas primeiras partidas foram disputadas no Fiserv Forum, a arena do Milwaukee Bucks. Na primeira, Holiday ajudou a conquistar a vitória com 25 pontos e nove rebotes. Porém, apesar de Jrue conseguir 19 pontos e sete assistências, sua equipe foi derrotada no jogo seguinte. Ele repetiu a pontuação de 25 e o Bucks novamente ficou à frente após o terceiro confronto. No jogo quatro, contribuiu com 16 pontos e nove assistências, mas o time novamente saiu derrotado. Jrue brilhou no quinto jogo: além de seus 24 pontos, oito passes para cesta e oito rebotes, o jogador foi providencial ao bloquear Marcus Smart duas vezes nos segundos finais para assegurar a vitória. Porém, este foi o último resultado positivo do Bucks na série: o time foi derrotado nas duas partidas seguintes e eliminado.

Na temporada mais recente disputada, 2022/23, o Bucks, mesmo com a eliminação precoce na primeira rodada das eliminatórias para o Miami Heat, conseguiu o melhor retrospecto das classificatórias: 58 vitórias e 24 derrotas. Holiday voltou a ser titular do All-Defensive Team, com a maior média de roubos por jogo (1,2) e roubos totais da equipe (79), além de ser novamente convocado para ser reserva no All-Star Game da NBA de 2023. Ele também conseguiu sua maior média de pontos na carreira, de 19,3, especialmente por conta da necessidade de ser mais ofensivo em algumas partidas devido às lesões de Giannis Antetokounmpo e Khris Middleton, que lideram o ataque da equipe.

Defensor, armador, pontuador

Questionado sobre a razão pela qual Jrue Holiday é um defensor tão difícil de ser batido, Danilo Silvestre, criador do blog Bola Presa junto com Denis Botana, explica que a defesa é uma mistura de duas características principais: a técnica e a compreensão tática. A primeira é um “entendimento de como atrapalhar o adversário e a capacidade física para executar isso.” Quando Holiday marcou Damian Lillard, em 2018, a eficiência dos arremessos do armador diminuiu de 43,9% na temporada regular para 35,2% nos playoffs e ele chegou a cometer cerca de quatro erros por partida, além de ter dificuldade em executar jogadas planejadas como, por exemplo, o pick and roll.

Já a segunda envolve saber quais lugares da quadra estar em cada jogada. “Ele tem uma mistura das duas coisas, entende muito bem o jogo, sabe como ler as jogadas adversárias e ainda tem a capacidade física de executar os movimentos adequados na defesa”, afirma. O próprio atleta, em entrevista para o Bleach Report, relatou que procura adaptar sua defesa de acordo com o adversário e faz o possível para guiá-lo até o ponto da quadra mais difícil de arremessar. Se conduzi-lo para o garrafão, por exemplo, ele sabe que terá a cobertura de Brook Lopez, pivô e, portanto, jogador mais alto para contestar o arremesso, algo que pôde ser percebido quando Holiday marcou Trae Young na temporada de 2020/21.

Porém, acima dessas características, Danilo destaca a importância de aceitar esse papel. “Ele já falou diversas vezes que tem orgulho em defender, que gosta de desempenhar essa função, e é isso que permite um nível de intensidade e comprometimento que é raro de se ver na NBA.” Esta entrega na defesa permite que Holiday seja protagonista em momentos cruciais das partidas, como no jogo cinco das finais de conferência da temporada 2021/22, no qual bloqueou Marcus Smart duas vezes com menos de dez segundos para o fim.

Além da extrema qualidade na defesa, o Milwaukee Bucks contratou o atleta para ser o armador e auxiliar a estrela Giannis Antetokounmpo no ataque. “A NBA tradicionalmente favorece duplas compostas por um armador e um jogador de garrafão, pelo modo como as jogadas são historicamente construídas”, explica Danilo, “mas além disso, Jrue é favorecido pelo fato de que Antetokounmpo é um jogador de garrafão muito rápido, muito veloz, muito explosivo, o que permite que eles possam ajudar um ao outro nos contra-ataques, não apenas na meia quadra.”

Danilo aponta que “a capacidade dele de criar o próprio arremesso, sem precisar de jogadas desenhadas para isso” é um grande alívio para o ataque do Bucks “porque quando as jogadas quebram, ainda existe uma válvula de escape capaz de conseguir pontos eventuais.” As boas atuações ofensivas na temporada de 2022/23 fizeram Jrue Holiday ser nomeado jogador da semana na Conferência Leste entre 14 e 22 de janeiro, com média de 33,3 pontos nos três jogos disputados. Ainda conseguiu, em março, sua maior pontuação na carreira, 51, contra o Indiana Pacers.

Arquibancada
O Arquibancada é a editoria de esportes da Jornalismo Júnior desde 2015, quando foi criado. Desde então, muito esporte e curiosidades rolam soltos pelo site, sempre duas vezes na semana. Aqui, o melhor de todas as modalidades, de todos os pontos de vista.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*