Home Mundo Geek As Listas Nossas de Cada Dia
As Listas Nossas de Cada Dia
Mundo Geek
24 ago 2016 | Por Jornalismo Júnior

Abra o seu Facebook à qualquer momento do dia e são bastante grandes as chances de você encontrar algum amigo que compartilhou ou curtiu uma lista do Buzzfeed ou mesmo alguma thumbnail que faz muito sentido para sua vida e seu momento, te redirecionando à este site.

Em um momento em que comunicação, economia, relacionamentos e empreendimentos se encontram nas plataformas online, de intensa produção de conteúdo para internet, o Buzzfeed se destaca. Criado em 2006, nos Estados Unidos, o site une jornalismo e conteúdos virais, sempre em formato de listas, com imagens e textos, dinamizando e reproduzindo informação rapidamente, tal qual vê-se constantemente na era digital.

Por ser muito acessado pelo público brasileiro, o Buzzfeed chegou ao país em 2013 com a proposta inicial de traduzir e replicar listas de outros escritórios e, posteriormente, de criar conteúdos próprios. Contando hoje com uma matriz física em São Paulo, e dividido atualmente em uma área de entretenimento e outra de notícias, a versão brasileira do site cresce à cada dia e ganha cada vez mais adeptos.

O Sala 33 entrevistou Manuela Barem, editora-chefe do escritório brasileiro do Buzzfeed, sobre o modelo de produção de conteúdo do site. Ela estará na III Semana da Jornalismo Júnior, no dia 26 de Agosto, na mesa “Novos formatos”, que falará das novas maneiras de se fazer jornalismo em um mundo cada vez mais conectado.

Manuela Barem, editora-chefe do Buzzfeed Brasil, no escritório de Nova York. Reprodução. Imagem: Arquivo pessoal/Instagram

Como é ser editora-chefe da filial brasileira do Buzzfeed, um veículo de comunicação que é tão inovador na sua forma de fazer jornalismo e que tem crescido tanto?

É um trabalho bem legal e divertido, que ao mesmo tempo exige bastante foco e organização. Sou editora-chefe e fundadora do site e comecei em março de 2014, junto com a Clarissa Passos, que é atualmente subeditora e o Rafael Capanema, redator. Então, é muito legal ver o site nascer do zero, crescer e ganhar maturidade, que é o que representa a chegada da editoria de notícias para nós.

Como você gerencia o site entre as listas que se relacionam com assuntos da agenda púbica, e aquelas de assuntos menos comentados, mas ainda intensamente compartilhados, como as de humor?

A internet tem espaço para tudo, então cabem no nosso site assuntos sérios e também os conteúdos ligados com a cultura pop, como o humor. A chave está em priorizar o que abordar (já que somos uma equipe pequena ainda), como abordar e o que vai entrar primeiro nas redes sociais, porque é urgente, tem caráter noticioso etc. Tomamos decisões como esta diariamente, o tempo todo. É uma busca por estarmos atualizados e equilibrados todos os dias.

Me explique a linha editorial do Buzzfeed! Como você e sua equipe decidem as pautas que se tornarão listas? E como vocês decidem quais serão traduzidas e replicadas de outros escritórios do Buzzfeed?

Temos uma reunião de pauta principal uma vez por semana, como geralmente acontece em redações tradicionais. Cada redator traz suas ideias e elas podem ser ligadas a temas que estão populares na semana ou não. Além desta reunião, todos os dias, ao chegar na redação, todo mundo participa (news e buzz) de uma reunião para identificar os assuntos mais importantes do dia. Decidimos o que vira post ou não com base no timming do momento e na nossa experiência. Com o tempo (no trabalho com a internet) dá para ter uma ideia sobre que tipos de coisas podem ser relacionáveis para as pessoas. Já na parte de notícias, os repórteres buscam furos, cobrem assuntos importantes do momento (Olimpíada, impeachment) e também ficam de olho no que está rolando nas redes sociais.

Me conte do dia-a-dia da redação do Buzzfeed! Entre a ideia e a lista pronta, o que a equipe do Buzzfeed Brasil faz? Qual é o tempo de produção de uma lista?

Além de produzir as listas ou os posts, como a gente diz, os repórteres fazem pesquisas com base em análises de dados, conteúdos de sucesso e fazem brainstorms. Às vezes formamos grupos para estudar coisas específicas, como audiência ou assuntos relacionados às mulheres, por exemplo. O tempo de duração para a criação de cada post varia. Uma boa ideia pode sair em meia hora ou em sete horas (ou dois dias!), por exemplo. Depende da demanda do conteúdo, do tempo que alguma pesquisa ou produção vai demandar.

A timeline do facebook do brasileiro está sempre cheia de thumbnails de matérias do site! Apesar do grande alcance do Buzzfeed ao público brasileiro, você imaginava que o crescimento do Buzzfeed Brasil seria tão intenso? O que você e sua equipe fazem para que ele cresça ainda mais e atinja públicos novos?

Eu sempre acreditei que o BuzzFeed poderia funcionar no Brasil porque o brasileiro sempre pareceu interessado pelo conteúdo do site. Mas talvez não pensava que tudo cresceria tão rápido. No começo, a nossa ideia foi criar uma versão que tivesse a cara do brasileiro, e não que parecesse importada, traduzida. Com isso, focamos nos conteúdos relacionáveis – assuntos, abordagens e formatos que podem ganhar grande identificação das pessoas – e continuamos tentamos expandir nossa audiência para novos públicos. É um trabalho de constante estudo do comportamento das pessoas nas redes sociais.

Para você, qual é o grande diferencial do Buzzfeed quanto ao conteúdo produzido?

Os editores do site (sou editora-chefe, mas temos dois editores da parte de entretenimento e um de notícias) sempre estão tentando passar para os repórteres e redatores a ideia de que eles têm de entregar conteúdo de qualidade e que gere impacto na vida das pessoas. Seja por identificação, seja por acesso a informação de uma forma democrática. Acreditamos no poder da informação para a mudança, ainda que isso soe coisa de sonhador. Há também a tentativa de entregar para os leitores diversão pura e simples, despretensiosa, porque as pessoas adoram este tipo de coisa. Então temos hoje no site a oportunidade de produzir tanto uma cobertura séria de Olimpíada ou eleições, como posts que falem sobre ansiedade do ponto de vista da medicina e também reunir os melhores tuítes da rodada para os leitores se divertirem.

O que produzir conteúdo para internet, e mais especificamente, criar listas, significa para você? Quais tipos de lista você e sua equipe mais gostam de produzir?

Acho que respondi parte disso na pergunta anterior. Para mim é incrível poder criar algo e comunicar isso para um monte de gente. Isso me dá um senso muito grande de responsabilidade e também de todo, e me faz perguntar quem é o brasileiro, esse sujeito complexo. Estou sempre pensando no impacto de um conteúdo na vida das pessoas. Uma das coisas que a gente mais gosta de produzir são as listas da editoria de Life (saúde mental, saúde, comida, diy, comportamento), porque gostamos quando as pessoas dizem que aquilo impactou a vida delas positivamente. Mas há diferentes opiniões sobre isto: tem gente que ama fazer piada, tem gente que ama dar furos de política, e por aí vai.

Você acredita que é o Buzzfeed que tem influenciado a “cultura da internet” ou que, ao contrário, é o site que tem se modificado à partir da demanda das redes sociais?

Eu acredito que ambas coisas são possíveis. Temos alguma noção de que o BuzzFeed esteja influenciando a cultura de internet porque percebemos que outros sites e até jornais tradicionais copiam coisas que são características do site, como a forma como construímos títulos, abordamos assuntos e até nossos thumbnails. Por outro lado, o BuzzFeed se modifica constantemente graças ao comportamento das redes sociais. É da natureza do site isto. Nossa meta é seguir tendências, observar o que as pessoas estão curtindo ou pedindo, e tentar dar respostas a elas.

Por Victória Martins
victoria.rmartins19@gmail.com

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*