Home Foto 14 perspectivas do isolamento social
14 perspectivas do isolamento social
FOCO
08 maio 2020 | Por Jornalismo Júnior

Diante do isolamento social gerado pela pandemia, precisamos encontrar em casa o refúgio para os problemas. Os repórteres de Audiovisual fizeram uma fotorreportagem coletiva e compartilharam as particularidades da experiência de não sair de casa.

 

imagem em preto e branco da sombra de um varal de roupas

Em isolamento domiciliar tudo não passa de uma sombra do que costumava ser. [Autora: Beatriz Lopomo]

uma pessoa está deitada no sofá e seu braço caído faz a mão gerar uma sombra no chão

O novo hobby da quarentena parece ter se tornado a reflexão. Desde palavras tortas num diário àquele momento que olhamos para o teto para pensar, a introspecção tem se tornado um hábito frequente no dia a dia daqueles em casa. Aquilo que passava despercebido na rotina corrida ganha uma beleza sensível e convida a enxergar o mundo de outra forma: com menos pressa e mais apreço. [Autora: Gabriella Ramus]

há um céu azul com nuvens brancas e, no centro da imagem, um varal com roupas penduradas. no fundo é possível árvores e a parede de concreto da varanda

Refúgio e passatempo inesperado: tarefas comuns que em situações normais são tão rotineiras, em meio ao caos recebem maior atenção. A maneira mais simples de tomar sol, vento e sentir um cheirinho bom. [Autora: Giovanna Preto]

a foto está em preto e branco e no chão há uma criança desenhando

A mente vazia abre espaço para imaginar. Artistas, poetas, pintores, escritores, amantes do vazio. Estimam a solidão e dão vida ao que era só uma cena flutuante, perdida na exatidão do cotidiano, na pressa da ocupação, no barulho de uma cidade desperta. [Autora: Giulia Portelinha]

há uma pilha de livros com uma flor em cima. no fundo, um céu azul

Os livros iluminando a insustentável leveza de ser na quarentena. [Autora: Jaqueline Silva]

sobre um lençol florido se encontram um livro aberto e um par de óculos

A leitura na quarentena tem sido uma grande distração, pois através dela é possível se distanciar do contexto atual, mesmo que por pouco tempo, e se distrair, além de poder imaginar coisas que poderiam estar sendo vividas, mas que infelizmente tiveram que ser evitadas no presente momento. [Autora: Juliana Matias]

uma garota lê um livro na varanda. seu rosto está tampado pelo livro e no fundo se enxergam o céu e o prédio

Uma dupla sensação de alívio: uma leitura da graduação mais simples que a maioria, o que reduz o sentimento de incapacidade, e a varanda do apartamento como o meu atual maior contato com o “ar livre”. [Autora: Natália Marques]

do lado esquerdo há uma caneta e do direito um desenho de uma pessoa cuja cabeça está rabiscada

Meu caos interno. [Autora: Natane Cavalcante]

observa-se uma janela de madeira. no meio da imagem há um pé de orquídia e, em seu fundo, uma cortina branca

Através das cortinas translúcidas, observo o intocável fluxo da vida lá fora… Por que ela não fluiria aqui dentro? [Autor: Pedro Ferreira]

imagem de uma pessoa se movimentando dentro de casa. seus braços estão pouco nítidos em razão do movimento

Em tempos de isolamento domiciliar, movimentar-se criativamente pode ajudar a ressignificar espaços. [Autora: Sarah Lídice]

cachorro marrom de porte médio entre gramíneas

Fim de tarde em companhia. [Autor: Theo Sales]

barco de madeira artesanal

Navegando calmamente pelo desconhecido. [Autor: Vinicius Machuca]

imagem em preto e branco de uma escrivaninha com um abajur ligado e vários livros abertos e espalhados de forma bagunçada

Não é só a escrivaninha que está bagunçada, também está a mente. Pensamentos e desejos se embaralham, a lâmpada da luminária já não é mais capaz de clarear as ideias. [Autor: Vitor Cavalari]

na parte de cima há um céu azul. embaixo há uma periferia, chamada pelos moradores de favela

De um distrito industrial da zona norte de São Paulo, Terra Preta, o bairro Jardim Gibeon é chamado por muitos moradores de “favela”, mas na verdade é só mais uma periferia, entre as muitas, da grande São Paulo. [Autor: Wálace de Jesus]

Foco
Foco é o núcleo de Audiovisual da Jornalismo Júnior que produz diariamente pautas nos formatos de vídeo- e fotorreportagens, propondo uma inovação ao contar de narrativas jornalísticas.
VOLTAR PARA HOME
COMENTÁRIOS
14 perspectivas do isolamento social – Clube do Jornalismo
[…] Fonte: Jornalismo Júnior/USP […]
22 jul 2020
 
A retomada da atividade econômica dos países - Jornalismo Júnior
[…] que a retomada da atividade econômica e o relaxamento das medidas de isolamento social sejam circunstâncias possíveis e seguras, é necessário que, primeiramente, o país atinja […]
08 jul 2020
 
Cancelados e Adiados 2020: Playlist - Jornalismo Júnior
[…] a pandemia do novo coronavírus, diversos shows foram cancelados ou adiados para evitar aglomerações de pessoas. Muitos artistas, nacionais ou internacionais, que já tinham data marcada para se apresentar, […]
19 maio 2020
 
Coronavírus: Cobertura USP Talks online - Jornalismo Júnior
[…] um todo. Desta vez, o evento aconteceu por meio de uma live no Canal da USP no Youtube, devido ao isolamento social decorrente da pandemia do coronavírus, e foi organizado em apoio à Marcha Virtual pela Ciência, […]
10 maio 2020
 
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*