Home Especiais Tóquio 2020 | Comitê Olímpico Russo vence EUA no Vôlei e garante vaga nas oitavas de final
Tóquio 2020 | Comitê Olímpico Russo vence EUA no Vôlei e garante vaga nas oitavas de final
ARQUIBANCADA
31 jul 2021 | Por Karolina Monte (karolinamonte@usp.br)

O Comitê Olímpico Russo venceu com facilidade os Estados Unidos na madrugada do dia 30 para o dia 31 de julho. A partida iniciou às 23h05, no horário de Brasília, no Ariake Arena, palco dos jogos de vôlei na Tóquio 2020. O jogo terminou em 3 sets a 0 para o Comitê Olímpico Russo, com parciais de 25 a 20, 25 a 12 e 25 a 19, e foi marcado por jogadoras com grandes pontuações, bloqueios espetaculares e apagões em quadra.

Vindo de duas vitórias consecutivas e jogadoras com ótimas atuações durante o torneio, o time do ROC sentia-se bastante confiante, o que bastou para atropelar o time dos Estados Unidos em quadra. Esta última vitória foi muito importante para o Comitê, pois garantiu o segundo lugar dentro do fortíssimo grupo B, composto, além de ROC e EUA, pelos times da Itália e Turquia, além da China e Argentina.

A partida foi levada com extrema eficiência e facilidade para as atletas do ROC durante toda sua duração, que não permitiram em nenhum momento uma reação das norte-americanas.

Logo no primeiro set, as atletas russas tomaram as rédeas da partida, com saques efetivos e ataques rápidos, que contaram com os erros de tempo de bloqueio e falhas de recepção. As russas estavam em sincronia e com moral altas depois de duas vitórias seguidas, o que ajudou a derrotar os EUA sem medo. As norte-americanas tentaram o tempo todo a equiparar a qualidade de jogo das russas, mas não obtiveram sucesso, mantendo-se atrás do placar durante toda a partida, com diferenças variando entre e seis pontos.

No segundo set, houve um apagão do time estadunidense causado pela ineficiências das jogadoras em conseguir parar as russas. Houve também a perda de uma importante jogadora dos EUA. Principal definidora de pontos para a equipe, Jordan Thompson, logo no início do segundo set, lesionou o tornozelo e se ausentou do restante da partida.

Erros básicos de fundamento e desorganização marcaram o segundo set para a equipe norte-americana. Nele,  Nataliya Goncharova tomou os holofotes e virou a estrela da partida, com 26 pontos marcados, 2 bloqueios e 64% de aproveitamento, ajudando a atropelar as norte-americanas.

No terceiro e último set, os Estados Unidos recuperaram o foco e tentaram diminuir a diferença de pontos e sets entre os dois times. No entanto, não obtiveram  sucesso diante do rendimento altíssimo da equipe do Comitê Olímpico Russo. Os EUA terminam com uma derrota avassaladora e garantem apenas o terceiro lugar do grupo B.

ROC vôlei

Jogadoras do Comitê Olímpico Russo comemoram a grande partida contra as norte-americanas. Segunda à esquerda, Nataliya Goncharova. [Imagem: Reprodução/Instagram@natusi4ka8]

Tóquio 2020 ROC

Arquibancada
O Arquibancada é a editoria de esportes da Jornalismo Júnior desde 2015, quando foi criado. Desde então, muito esporte e curiosidades rolam soltos pelo site, sempre duas vezes na semana. Aqui, o melhor de todas as modalidades, de todos os pontos de vista.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*