Home Lançamentos Netflix: Em ‘Joias Brutas’, Adam Sandler surpreende com atuação sóbria, ainda mantendo seu carisma tradicional
Netflix: Em ‘Joias Brutas’, Adam Sandler surpreende com atuação sóbria, ainda mantendo seu carisma tradicional
CINÉFILOS
16 abr 2020 | Por Luana Franzão (luanafranzao@gmail.com)

Quando se fala em “filme do Adam Sandler”, uma “dramédia” carregada de humor negro não é o primeiro pensamento que ocorre à maioria das pessoas. Entretanto, Joias Brutas (Uncut Gems, 2019) é exatamente isso. Nesse longa repleto de adrenalina, Adam Sandler se destaca ao interpretar um personagem completamente fora do padrão que vinha seguindo na carreira, e surpreende positivamente.

Howard Ratner (Adam Sandler) é um comerciante de joias no Distrito do Diamante, ponto da cidade de Nova York que concentra grande quantidade de joalheiros e ourives, muitas vezes de procedência pouco confiáveis. Ele gera um lucro considerável com seu negócio, entretanto, sempre acaba trocando os pés pelas mãos, investindo em apostas e esquemas para tentar multiplicar os valores. Ratner possui dívidas com dezenas de pessoas na cidade, e sempre tenta desviar dos compromissos, prometendo que honraria os empréstimos. 

Atordoado pelas cobranças insistentes, a narrativa começa a se desenrolar quando uma compra muito esperada pelo joalheiro é entregue. Uma opala colorida, vinda da Etiópia, que Howard descobre através de um documentário do History Channel sobre judeus africanos. Ele aposta todas as fichas de sua salvação financeira na pedra preciosa e inicia uma peripécia para lucrar o máximo possível em cima do artigo. 

 

Ratner mostrando a jóia ao jogador Kevin Garnett (Celtics), que faz uma participação no longa

Ratner mostrando a joia ao jogador Kevin Garnett (Celtics), que faz uma participação no longa [Imagem: Reprodução]

Esse filme é daqueles que prendem o espectador até o final. É possível descrevê-lo talvez como “toda vez um ‘agora vai’ diferente”. O roteiro é sagaz, pois apesar da espiral descendente da personagem, não há aquela sensação de que alguma força do universo deseja a sua desgraça. É perceptível que todas as enrascadas que Howard entra, são totalmente causadas por ele. E, ainda sim, é impossível não torcer pelo joalheiro. A consciência de que não há como aquele causo terminar bem existe, mas a suspensão da descrença é excelentemente aplicada aqui. Sempre que Ratner se coloca em uma enrascada nova, quem assiste se pega tendo esperança de que ele vai conseguir sair dessa. 

Aqui está o maior mérito de Adam Sandler no papel. O ator é inegavelmente carismático, e por isso a personagem funciona tão bem. Howard Ratner é um trapaceiro, totalmente sem escrúpulos, atrapalhado e…muito cativante. O aspecto repugnante da personalidade dele vai além dos esquemas corruptos: ele é também um amigo questionável, um péssimo marido e um pai consideravelmente irresponsável. Ele é casado com Dinah (Idina Menzel) e juntos eles construíram uma família tradicional judaica. Além do fato de que eles estão separados a anos, e o pai vai para o apartamento onde mora com sua amante, Julie (Julia Fox), logo que os filhos vão dormir. 

 

Romance entre Howard e sua amante, Julia

Romance entre Howard e sua amante, Julia [Imagem: Reprodução]

Mesmo com todos esses fatores, o espectador se vê relevando as atitudes questionáveis do protagonista e torcendo por ele. Sentindo pena quando ele recebe da vida o que, teoricamente, merece. Joias Brutas não deixa de ser uma comédia, em um sentido deturpado, que oferece doses generosas de adrenalina. É um filme que funciona devido à combinação desejada por todos os diretores, um roteiro inteligente e atraente, e um elenco que consegue o elevar. 

Joias Brutas está disponível no Netflix. Confira o trailer:

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*