Home Especiais Tóquio 2020 | Ícone: Douglas Souza
Tóquio 2020 | Ícone: Douglas Souza

Ponteiro da Seleção Brasileira de Vôlei Masculino viraliza nas redes sociais e deixa internautas ansiosos para as competições em Tóquio

ARQUIBANCADA
24 jul 2021 | Por Gabriele Koga (gabrielekoga@usp.br) e Emilly Gondim (emillygondim@usp.br)

Os brasileiros têm mais um motivo para vibrar pela seleção masculina de vôlei: Douglas Souza, ponteiro da equipe, que explodiu nas redes sociais pelo seu carisma durante a última semana no aguardo dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O atleta faz sucesso dentro e fora das quadras. Conquistou o ouro olímpico na Rio 2016, e também foi campeão da SuperLiga de vôlei 2020/21 e da Liga das Nações 2021.

Douglas atua na posição considerada a mais difícil, pois exige domínio de fundamentos de ataque, defesa e recepção de bola. Em 2018, ganhou a fama de melhor ponteiro no mundial, campeonato em que ficou na segunda colocação.

No Instagram, ele grava stories dos bastidores das competições e da sua rotina em Tóquio. Em poucos dias, seus vídeos tornaram-se virais devido à espontaneidade e ao seu senso de humor. O sucesso foi tanto que o ponteiro já acumula mais de 2 milhões de seguidores no Instagram.

Na tarde de terça-feira (20), Douglas possuía 329 mil seguidores na rede. Até sexta-feira (23), dia da estreia da seleção brasileira, o agora influencer contabilizava 1,8 milhões. No sábado, após a vitória brasileira contra os tunisinos, o ponteiro alcançou 2,1 milhões.

Com muito carisma, o atleta compartilha diversos conselhos amorosos, além de responder perguntas de seus seguidores, sambar e pular na “cama de papelão” da Vila Olímpica, brincar com o companheiro de quarto Maurício Borges (“Jorges”), desfilar em um brilhante catwalk nas quadras e cantar as músicas de Pabllo Vittar. Os registros não passaram despercebidos e celebridades repercutiram o momento.

 

Internautas fizeram um compilado de diversos vídeos hilários compartilhados por Douglas. Veja abaixo:

Para além das mídias sociais, Douglas é sinônimo de representatividade, pois é o primeiro atleta assumidamente gay do vôlei masculino brasileiro. “Eu quero ser lembrado como o primeiro homossexual a jogar em alto nível no Brasil. Quero ser um exemplo para todos que se sentem fora do padrão. Eu sou fora do padrão. Também sou muito magro. Se eu, um garotinho magro do interior de São Paulo chegou lá, você também vai. É assim que eu quero ser lembrado”, conta em entrevista ao site webvolei.com.br.

O jogador, natural de Santa Bárbara D’Oeste, é uma peça importante para a equipe, que busca o bicampeonato olímpico. Depois de vencer com autoridade a seleção da Tunísia por 3 a 0 na estreia em Tóquio, a seleção masculina de vôlei do Brasil enfrenta a Argentina, a ROC, os EUA e a França na primeira fase das Olimpíadas de Tóquio 2020.

 

Confira as datas e horários dos jogos:

Segunda-feira, 26/07: 09h45 – Brasil x Argentina

Quarta-feira, 28/07: 09h45 – Brasil x ROC

Quinta-feira, 29/07: 23h05 – Brasil x EUA

Sábado, 31/07: 23h05 – Brasil x França

 

Imagem de capa:  Reprodução/Instagram

 

Arquibancada
O Arquibancada é a editoria de esportes da Jornalismo Júnior desde 2015, quando foi criado. Desde então, muito esporte e curiosidades rolam soltos pelo site, sempre duas vezes na semana. Aqui, o melhor de todas as modalidades, de todos os pontos de vista.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*