Home Escuta Aí Vinte anos de Foo Fighters em São Paulo
Vinte anos de Foo Fighters em São Paulo
Escuta Aí
26 jan 2015 | Por Jornalismo Júnior

É, Dave Grohl cumpriu com o que disse no Lollapalooza de 2012 e a banda não demorou tanto para pisar em solo brasileiro mais uma vez. Agora, em turnê própria do novo projeto “Sonic Highways” 2014, o Foo Fighters passou por quatro capitais – Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e passa por Belo Horizonte no próximo dia 28 – para lembrar a todos porque tem um dos melhores shows que se pode assistir.

Em São Paulo, a banda colocou 55 mil fãs no estádio do Morumbi para cantar por quase três horas. Em um show empolgante, recheado de brincadeiras e comentários do próprio Dave, a banda mostrou que continua muito boa. O vocalista mostrou uma voz bem mais resistente que na última passagem da banda em 2012, superando o cisto na garanta recém anunciado. Seus berros contínuos nas músicas mais clássicas deixavam claro que ele estava muito bem.

Foto: Diego Castanho/FooFightersBR

Foto: Diego Castanho/FooFightersBR

Abrindo com a nova Something from nothing, primeira música lançada do novo projeto, seguida dos clássicos The pretender, Learn to fly, Breakout, Arlandria e My hero, o show foi uma verdadeira explosão. Durante a apresentação de The pretender, grupos em diversos pontos do estádio jogaram papéis vermelhos picados criando um efeito lindo em meio a iluminação.

Um ponto muito marcante foi quando, antes de tocar Skin and bones e Wheels, sozinho na frente do palco, Dave convocou para subir um fã chamado Vinícius, que pediu sua namorada, Mônica, em casamento. Foi talvez um dos momentos mais emocionantes, reunindo gritos e choros dos fãs. Parecia um sonho para os dois e, logo após isso, o público de 55 mil pessoas cantou em coro a música Wheels.

Dave Grohl já havia anunciado que a noite seria longa e que os fãs deviam estar prontos e pouparem a voz. Em tom de descontração, disse ao público que tocaria músicas de todos os álbuns, talvez só não do quinto “In your honor” – ele fez uma cara de “acho melhor não, certo?!”. Além disso, vários fatores durante a apresentação da banda fez com que o show fosse inesquecível tanto pra quem viu, quanto para os integrantes. Nas palavras de Dave, não é algo que se vê todo dia, pois ele escorregou e caiu na frente de todos, houve um pedido de casamente durante o show, os fãs iluminaram o estádio com as luzes de seus celulares em uma maravilhosa cena e a participação vocal da platéia era ótima.

Apesar do incrível projeto da banda, as músicas do “Sonic Highways”, lançado ano passado e que marca os vinte anos de carreira do grupo, não empolgaram muito o público. Talvez porque seja ainda um tanto novo e suas canções sigam ritmos mais calmos que o de costume. De longe, percebemos que o álbum anterior a esse mais novo, “Wasting Light” de 2011, é muito mais a “cara” da banda. Fazendo os fãs cantarem com “Arlandria” e as emocionantes “Walk” e “These days”.

Taylor Hawkings (bateria) foi a estrela vocal em Cold day in the sun. Os outros integrantes da banda, Nate Mendel (baixo), Pat Smear, Chris Shiflet (guitarras) e Rami Jaffee (teclados) seguiam com perfeita harmonia e descontração os comandos de Dave Grohl. Enquanto o vocalista cantava sozinho na frente no palco principal, a banda se preparava em um novo palco no meio da pista. A partir dai começou um especial com covers de bandas que marcaram a vida dos integrantes. Entre elas estavam Kiss e Queen. Ver o Foo Fighters tocando Under pressure foi sem dúvida um momento único para todos.

Foto: Diego Castanho/FooFightersBR

Foto: Diego Castanho/FooFightersBR

Já caminhando para o final do espetáculo, a banda voltou com uma outra explosão com a famosa All my life, depois foi a vez do estádio inteiro cantar, literalmente sem parar, Best of you, sem parar mesmo – tanto que Grohl até brincou dizendo “A música já acabou, parem de cantar!”. A banda finalizou o show ao som de Everlong, talvez não existisse música melhor, de praxe eles não deram um adeus completo e prometeram retornar.

 

Abertura, chuva e empolgação

Foto: Divulgação Kaiser Chiefs

Foto: Divulgação Kaiser Chiefs

A abertura do show do Foo Fighters ficou por conta da banda Raimundos e do Kaiser Chiefs, que conseguiram fazer um show empolgante mesmo com a forte chuva. O Raimundos, que foi surpresa pra muitos que chegaram cedo e esperavam a hora do show principal, fez todos cantarem clássicos como Quero ver o oco e Mulher de fases. Com uma seleção que contemplava principalmente os álbuns mais velhos, não era todos que sabiam cantar as músicas do Kaiser Chiefs, mas mesmo assim, com muita simpatia do vocalista, o show animou a todos e Everyday I love you less and less e Ruby provaram que a banda era conhecida.

 

Setlist Show Foo Fighters 23/01/2015 Estádio do Morumbi São Paulo-SP Brasil

Something From Nothing

The Pretender

Learn to Fly

Breakout

Arlandria

My Hero

Congregation

Walk

Cold Day in the Sun

I’ll Stick Around

Monkey Wrench

Skin and Bones

Wheels

 

B-Stage

Times Like These

Detroit Rock City (KISS cover)

Stay With Me (The Faces cover)

Tie Your Mother Down (Queen cover)

Under Pressure (Queen & David Bowie cover)

 

All My Life

These Days

Outside

Best of You

Everlong

Por Jeferson Gonçalves
jefmgoncalves@gmail.com

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*