Home Especiais Tóquio 2020 | Dupla brasileira de tênis é derrotada e sonho da medalha inédita é adiado
Tóquio 2020 | Dupla brasileira de tênis é derrotada e sonho da medalha inédita é adiado

Com oportunidades desperdiçadas, Luisa Stefani e Laura Pigossi foram derrotadas na semifinal e agora precisam de uma vitória para garantir a primeira medalha olímpica do tênis brasileiro.

ARQUIBANCADA
29 jul 2021 | Por Gustavo Assef (gustavoassef@usp.br)

A dupla brasileira formada pelas tenistas Luisa Stefani e Laura Pigossi participou nesta manhã (29), da semifinal do torneio de duplas femininas em Tóquio. As brasileiras, por conta da classificação no ranking da WTA, formam a última dupla a se classificar para a disputa e, mesmo sendo convocadas às pressas e enfrentando adversárias superiores, já fizeram história para o tênis brasileiro.

Após vencer o primeiro duelo de forma tranquila, os confrontos nas oitavas e quartas de final foram recheados de emoções. A dupla brasileira saiu perdendo o primeiro set nas duas ocasiões, mas foi capaz de dar a volta por cima e reverter o placar, batendo duplas consideradas favoritas. Ao avançar para a semifinal, Luisa e Laura igualaram o feito de Fernando Meligeni de 1996, quando chegou a essa fase da competição, mas sem conquistar medalha.

A uma vitória de garantir uma medalha para o Brasil, a dupla enfrentou as suíças Belinda Bencic — que está na final da chave feminina de simples — e Viktorija Golubic, e saíram derrotadas com parciais de 7-5 e 6-3, adiando o sonho da primeira medalha olímpica brasileira para a disputa do bronze.

 

Primeiro Set 

Apesar do favoritismo das suíças, quem começou se impondo foram as brasileiras. A dupla começou agressiva desde o primeiro saque e ganhou 16 dos primeiros 18 pontos do set. Nessa sequência, Luisa e Laura quebraram duas vezes os saques da dupla suíça, e confirmaram seus games, abrindo 4 a 0 no set.

A talentosa dupla adversária aos poucos foi se encontrando no jogo e ganhando confiança. No quinto game da partida, após muita disputa, conseguiram confirmar o saque e entraram definitivamente no jogo. Devolvendo bem os saques de Luisa, conseguiram uma quebra e, logo em seguida, venceram mais um game, deixando o set em 4 a 3.

A dupla brasileira havia baixado a intensidade em relação ao começo da partida e já não tinha a mesma confiança para executar as jogadas. Com Laura sacando e Luisa na rede, a dupla estava em sua melhor formação e abriu 5 a 3, estando a um game de fechar o primeiro set.

Posteriormente, Luisa foi para o saque no 5 a 4 e a dupla brasileira chegou a ter um set-point, que foi desperdiçado com um erro de smash de Luisa — considerado uma jogada fácil no tênis. As suíças aproveitaram a chance perdida pelas brasileiras e venceram o game, empatando o jogo em 5 a 5. Em seguida, com sequência muito ruim das brasileiras, a confiante dupla suíça fechou o primeiro set em 7 a 5.

Segundo Set

O segundo set começou equilibrado, com todas as tenistas confirmando seus games de saque. Com as suíças liderando o set em 3 a 2, Luisa foi para o saque e, mais uma vez, Bencic e Viktorija se aproveitaram da formação mais fraca da dupla brasileira. Após salvar 4 break points, Luisa errou quatro saques em sequência, entregando dois pontos para as adversárias que, agora, venciam por 4 a 2.

Enquanto as suíças pareciam cada vez mais confiantes, as brasileiras sofriam. Com facilidade as suíças venceram mais um game, abrindo 5 a 2 no set e colocando, de vez, pressão em Laura e Luísa. Apesar do momento ruim, as brasileiras demonstraram nunca deixaram de correr por todas as bolas e acreditar que a virada era possível.

A dupla venceu o oitavo game, diminuindo a parcial para 5 a 3, mas precisava quebrar o saque das suíças, o que não ocorreu. As suíças venceram o game e fecharam o set em 6 a 3.

Apesar da derrota, Luisa e Laura já superaram as expectativas e fizeram história para o tênis brasileiro. No próximo duelo, enfrentarão a dupla do Comitê Olímpico Russo na disputa pela inédita medalha de bronze.

 

*Imagem de capa: Reprodução/COB

 

Tóquio 2020 tênis

 

Arquibancada
O Arquibancada é a editoria de esportes da Jornalismo Júnior desde 2015, quando foi criado. Desde então, muito esporte e curiosidades rolam soltos pelo site, sempre duas vezes na semana. Aqui, o melhor de todas as modalidades, de todos os pontos de vista.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*