Home Escuta Aí All you need is… The Beatles!
All you need is… The Beatles!
Escuta Aí
02 jul 2014 | Por Jornalismo Júnior
beatles 1

O famosa foto do grupo atravessando a Abbey Road. Foto: Cássia Costa

1964. Os Beatles apareciam na televisão pela primeira vez, no programa Ed Sullivan Show, da TV CBS. Foram apenas cinco canções– All My Loving, Till There Was You, She Loves You, I Saw Her Standing There e I Want To Hold Your Hand- e a audiência de mais de 70 milhões de espectadores confirmava que a banda já havia se tornado um fenômeno mundial. 2014, 50 anos depois. A exposição “Beatles, 50 anos de história” vem para ratificar que a banda ainda é esse fenômeno e que permanece viva em todos os corações.

Love, love, love… É o suficiente pra descrever a exposição que acontece no Centro Britânico, em Pinheiros. Amantes de todas as idades rodeados daquilo que sempre fez parte do imaginário de fã, agora real. Em todo o espaço é possível sentir o clima de amor, e mais que isso, de gratidão à banda. Everything seems to be right.

Logo na entrada, um painel com a famosa foto dos Beatles atravessando a Abbey Road. Não há quem não pare para tirar uma foto junto com a banda. “Sabe, eu vim do Rio de Janeiro só pra ver essa exposição”, disse o rapaz que pediu para tirar sua foto entre o George e o Paul. Ao lado, uma cabine telefônica inglesa e placas com as ruas Forthlin Road e Mathew Street fazem você se sentir em Liverpool.

Uma linha do tempo mostra os principais acontecimentos da história da banda e de cada beatle em particular, começando pelo nascimento até a separação do grupo, passando pelo primeiro show e a estreia do filme “A Hard Day’s Night”, em 1964. Além das informações pessoais, a linha conta também com discos autografados, fotos e ingressos de shows.

Há uma vitrine reservada para cada beatle, como uma espécie de santuário particular. Cada uma com fotos, revistas e pôsters. Há algumas fotos de George com o curador da exposição, Marco Antônio Mallagoli, um botton de Ringo Starr e também o autógrafo que John Lennon deu à Mallagoli, dois meses antes de ser assassinado. O contrabaixo Hofner assinado por Paul McCartney, duas guitarras Gretchen feitas em homenagem a George Harrison e um violão autografado por John Lennon também são destaque na exposição.

beatles 2.

Cada beatle tem um espaço especial na exposição. Foto: Cássia Costa

A música ambiente ora nos deixava extasiados e dançantes, com “She loves you”, ora pensativos e nostálgicos, tocando um “Hey Jude”. Além disso, cada visitante pode se sentir um integrante da banda, pois há um palco com microfones e um telão mostrando os garotos de Liverpool.

E quanto aos fãs? Absolutamente de todas as idades. Desde crianças aos mais idosos. Todos ali têm uma lembrança particular da banda. “Eu comecei a ouvir por causa dos meus pais. Lembro que eu brincava de boneca ouvindo as músicas dos Beatles. E mais tarde quando fui para Liverpool, foi a coisa mais incrível.”- disse Tânia. Fãs vestindo camiseta da banda, fotografando freneticamente o seu beatle favorito, ou todos eles. “Não tem como escolher apenas um beatle”- diz Carolina, uma organizadora da exposição – “Todos eles foram importantes. Se não tivesse um deles, não seria a mesma coisa, não seriam os Beatles.” Já Tânia foi enfática na resposta: George. George, com certeza!

guitarras

Alguns dos instrumentos expostos. Foto: Cássia Costa

É uma exposição pequena, mas repleta de conteúdo. Sem dúvida merece ser vista por todos: desde os mais beatlemaníacos àqueles que gostam apenas de uma música ou outra, por quem tem um beatle preferido e também por quem não tem. Por crianças, jovens, adultos, idosos. There is a place where “you” can go. Esse lugar é a exposição.

Por Isadora Vitti
vittidora95@gmail.com

Sala 33
O Sala33 é o site de cultura da Jornalismo Júnior, que trata de diversos aspectos da percepção cultural e engloba música, séries, arte, mídia e tecnologia. Incentivamos abordagens plurais e diferentes maneiras de sentir e compartilhar cultura.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*