Home Lançamentos Netflix: ’18 Presentes’ é despretensiosa e comovente apologia ao amor materno.
Netflix: ’18 Presentes’ é despretensiosa e comovente apologia ao amor materno.
CINÉFILOS
27 maio 2020 | Por Luana Machado (luaa9@usp.br)

O drama italiano da Netflix 18 Presentes (18 Regali, 2020), lançado próximo ao Dia das Mães deste ano (2020), é uma narrativa sobre amor materno e autodescoberta.

O filme acompanha a história de Elisa (Vittoria Puccini) e Anna (Benedetta Porcaroli), mãe e filha, que nunca chegaram a se conhecer devido à morte precoce de Elisa. Ela, ao descobrir um câncer em estágio terminal ainda grávida, resolve deixar dezoito presentes para serem entregues em cada aniversário até a menina atingir a maioridade.

Os presentes, dados com a intenção de estabelecer uma conexão entre as duas, são mal recebidos por Anna que os vê como uma determinação de seus gostos e sua personalidade. A personagem então cresce frustrada acreditando não ser a filha que sua mãe idealizou. No entanto, tudo muda em seu aniversário de dezoito anos, quando um acidente transporta Anna dezoito anos antes, dando início a uma trajetória que a permite finalmente estabelecer uma ligação com a mãe.

Baseado em fatos, o enredo possui uma simplicidade por vezes permeada de clichês, como a personagem de Benedetta Porcaroli que é o perfeito estereótipo da adolescente revoltada, uma verdadeira rebelde sem causa – sempre contesta seus pais e até foge de casa em seu próprio aniversário, deixando todos da família a sua espera – que não desperta muita afeição no espectador.

Isso não atrapalha, pois a narrativa é salva pelo relacionamento bem construído entre mãe e filha, que prende a atenção do público. Essa relação assegura momentos tocantes no filme e surpreende pelo realismo empregado, já que não idealiza a relação materna mostrando uma ligação de apoio mútuo que também enfrenta muitos desentendimentos.

Na cena, Anna encontra seu pai e sua mãe, ainda grávida [Imagem: Reprodução]

Outro destaque é a presença de personagens cativantes, tais como Elisa – com boa interpretação por parte de Vittoria Puccini – que está prestes a realizar seu sonho de tornar-se mãe e que descobre que tem poucos meses de vida, e Carla (Sara Lazzaro), a carismática amiga de Elisa que traz leveza e momentos de humor ao drama.

A amizade das duas também é um ponto alto, pois elas exibem um elo baseado na admiração e amparo. No filme, Carla fica até responsável por entregar um dos presentes de Anna.

O longa, dirigido por Francesco Amato, conta com um roteiro simples, que abraça sua despretensiosidade e aposta em relacionamentos femininos bem desenvolvidos e uma apologia comovente ao amor materno. Assim, ele cumpre sua função e emociona quem assiste.

18 Presentes já está disponível na Netflix. Confira o trailer:

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*